Produtores de milho apresentam montra tecnológica e medidas de estímulo da biodiversidade

Produtores de milho apresentam montra tecnológica e medidas de estímulo da biodiversidade

Os produtores de milho, representados pela ANPROMIS, reconhecem que se vive no setor dos cereais uma das crises mais sérias dos últimos anos, e defendem que é urgente e prioritário que o Ministério da Agricultura acautele a execução das medidas previstas na Estratégia Nacional da Promoção da Produção de Cereais, aprovada em Conselho de Ministros, em Julho de 2018.

«Esta Estratégia contribuirá para assegurar a nossa soberania alimentar, é urgente pôr em prática as medidas estruturantes que vão ajudar a aumentar o grau de auto-aprovisionamento de cereais em Portugal», apelou o presidente da ANPROMIS, Jorge Neves, durante o Dia de Campo InovMilho, realizado hoje na Estação Experimental António Teixeira, em Coruche.

Recorde-se que a Estratégia integra um conjunto de 17 medidas prioritárias e ações concretas para que Portugal consiga, até 2022, um grau de autoaprovisionamento em cereais de 38%, que no caso da cultura do milho deverá ser de 50%.

O InovMilho-Centro Nacional de Competências das Culturas do Milho e Sorgo congrega os esforços dos produtores de milho, da indústria, do poder local e do sistema técnico-científico nacional para alavancar o desenvolvimento da fileira nacional do milho. Assume um papel preponderante na disseminação de conhecimento aos produtores de milho, nomeadamente, através da organização de dias de campo e ações de formação (14 realizadas desde 2018).

«O InovMilho é bom exemplo de inovação e conhecimento na agricultura e mostra que este é o caminho para combater o abandono do mundo rural e contribuir para o rejuvenescimento do setor agrícola. O que é feito neste centro é muito o que queremos fazer com a Rede de Inovação no âmbito da Estratégia para a Inovação da Agricultura 20|30», afirmou a Ministra da Agricultura, Maria do Céu Antunes, que dedicou a manhã a participar no Dia de Campo InovMilho.

As empresas parceiras do InovMilho divulgaram as novidades testadas no pivot de milho instalado na Estação Experimental António Teixeira e foram divulgados os resultados de projetos de I&D aplicados à cultura do milho, visando a maior eficiência do uso da água e a preservação da saúde do solo (AquaSave); o aumento da produtividade por hectare através da aplicação dos fatores de produção com tecnologias de precisão (InovTechAgro) e a conservação e estímulo da biodiversidade nos ecossistemas agrícolas (CAEA AGRI, Operation Pollinator e SHOWCASing).

Comente este artigo
Anterior Confederações, sindicatos e médicos contra desmantelamento do Ministério da Agricultura
Próximo Centenas de leitões mortos num incêndio numa pecuária em Ferreira do Alentejo

Artigos relacionados

Últimas

FINE, WineTourismExpo, o mais importante evento internacional de enoturismo

A Feira Internacional de Enoturismo vai realizar-se em Valladolid, Espanha nos dias 12 e 13 de fevereiro de 2020 e já […]

Sugeridas

Altíssima Densidade ou Altíssima Sustentabilidade

O Sistema olivícola superintenseivo é na actualidade a única forma de cultivar olival em que permite produzir azeite de qualidade virgem extra […]

Dossiers

Vacuno: dificultades para encontrar salida a la oferta


El mercado del vacuno continúa muy pesado por las dificultades para encontrar salida a la oferta. En general han predominado las repeticiones en los principales mercados nacionales. […]