Produtores de Cereais reúnem com os novos titulares do Ministério da Agricultura para analisarem a Estratégia Nacional para a Promoção da Produção de Cereais

Produtores de Cereais reúnem com os novos titulares do Ministério da Agricultura para analisarem a Estratégia Nacional para a Promoção da Produção de Cereais

Portugal é historicamente um país dependente da importação de cereais.

Em 1989, os níveis de auto-aprovisionamento eram de 60 %, porém, a diminuição da produção e o aumento das necessidades conduziram a um valor actual particularmente baixo, a rondar os 23 %, o que constitui uma singularidade no contexto europeu e mundial, que coloca inclusivamente em causa a nossa soberania alimentar.

Ciente desta realidade o XXI Governo Constitucional aprovou no dia 26 de Julho de 2018 a Resolução de Conselho de Ministros 101/2018, que reconhece a importância para o nosso país da Estratégia Nacional para a Promoção da Produção de Cereais.

Decorridos cerca de 18 meses desde a publicação desta Resolução, as Direcções da ANPOC, da ANPROMIS e da AOP reuniram-se no passado dia 20 de Dezembro com a Senhora Ministra da Agricultura, Dr.ª Maria do Céu Albuquerque e com o Senhor Secretário de Estado da Agricultura e do Desenvolvimento Rural, Eng.º Nuno Russo para analisarem em conjunto este documento e fazerem um ponto da situação relativamente às medidas que ainda falta implementar.

Durante a reunião a Senhora Ministra da Agricultura teve ocasião de reiterar o total empenho do Governo na implementação desta Estratégia, afirmando que não se deve alterar o que está bem feito.

Recordamos que este documento é composto por dezassete medidas, entre as quais algumas que julgamos mais emblemáticas como são a criação da marca “Cereais de Portugal”; a constituição de uma Organização Interprofissional para os Cereais e a promoção da capacitação técnica das Organizações de Produtores de cereais, com vista a aumentar a transferência de conhecimento para os seus associados.

Comente este artigo
Anterior Mau tempo: Ordem dos Engenheiros diz que sem barragem a montante da Aguieira, será difícil travar cheias
Próximo Pomada instra-mamária para bovinos: Fatroximin 20 mg/ml tem novo intervalo de segurança para leite

Artigos relacionados

Dossiers

Cotações – Flores e Folhagens – 15 a 21 de março 2021

Alstroeméria – Na Região Norte, na área de mercado Entre Douro e Minho, a oferta equilibrou a procura média. Boa qualidade e alguma dificuldade de escoamento, devido ao encerramento […]

Cotações ES

Las almendras rompen con la tónica bajista en sus precios


Las cotizaciones de las almendras se han mantenido esta semana estables rompiendo la tendencia bajista de las últimas semanas. […]

Nacional

Dekalb continua a trabalhar no aumento de performance da cultura do milho

A Dekalb continua a desenvolver inúmeros trabalhos associados ao aumento de performance da cultura do milho, sempre com o foco na gestão e rentabilidade da cultura. […]