Produção de cereais inferior a 200 mil toneladas

O Instituto Nacional de Estatística (INE), nas suas previsões agrícolas, a 31 de Julho, espera uma produção de cereais inferior a 200 mil toneladas na actual campanha.

Explicam os técnicos do INE que as colheitas dos cereais de Outono/Inverno estão maioritariamente concluídas, tendo-se observado uma grande variabilidade nas produções alcançadas em função da aptidão dos solos onde foram instaladas e da época de sementeira.

Duma maneira geral, as searas de sequeiro encontravam-se rasteiras, consequência das elevadas temperaturas e escassa precipitação do mês de Março (que interromperam os processos de desenvolvimento vegetativo e induziram um espigamento precoce).

Menos trigo e cevada

A estimativa das produções aponta para diminuições, face à campanha anterior, no trigo (essencialmente devido à redução de área), no triticale e cevada (em resultado de uma menor área instalada e de menor produtividade) e na aveia (devido à menor produtividade).

O centeio, por ser produzido maioritariamente no interior Norte e Centro e não ter sido sujeito a condições meteorológicas tão adversas, deverá manter o nível de produção de 2018.

“De referir que, a confirmar-se este cenário, registar-se-á a quarta mais baixa produção destas culturas (depois dos registos de 2005, 2011 e 2012), com um valor abaixo das 200 mil toneladas, muito distante das produções alcançadas nas décadas de oitenta e noventa do século passado, anteriores ao desligamento das ajudas às culturas arvenses (entre 1986 e 1998, a produção média anual de cereais de Outono/Inverno foi de 1.551 mil toneladas)”, realça o INE.

Agricultura e Mar Actual

O artigo foi publicado originalmente em Agricultura e Mar.

Comente este artigo
Anterior Governo dos Açores e agricultores concordam com medidas para rejuvenescer o setor
Próximo Banco de Terras de Guimarães tem inscrições abertas

Artigos relacionados

Últimas

Formação em Boas Práticas para a redução da contaminação da água pelos produtos fitofarmacêuticos

A CAP, através do seu Centro de Formação Agrícola de Almeirim, vai realizar, em 2018, mais 4 ações do projeto TOPPS Water Protection, […]

Nacional

CAP quer PS, PSD e CDS a discutir futuro da agricultura em Portugal

[Fonte: O Jornal Económico]
Em época de pré-campanha eleitoral, a CAP mostra-se preocupada com a ausência de referências à agricultura e às florestas no discurso político, […]

Internacional

Unanimidad entre las OPAS y Cooperativas: todas consideran insuficiente el presupuesto previsto para la PAC

La Comisión Europea publicó el miércoles -27 de mayo- su nuevo proyecto de presupuesto comunitario para el período 2021-2027 y la PAC se llevará […]