Presidente da CAP escreve aos Associados sobre greve dos combustíveis

Presidente da CAP escreve aos Associados sobre greve dos combustíveis

[Fonte: CAP] A 4 dias do início da anunciada greve dos motoristas de matérias perigosas, o presidente da CAP dirigiu-se a todos os Associados da Confederação dos Agricultores de Portugal, dando conta do envio ao Governo de informação pertinente para no âmbito dos Serviços Mínimos e também Prioritários.

Em carta dirigida a todas as Associadas, o presidente da CAP alertou para o impacto da greve dos combustíveis em plena época de colheitas, insistindo na inclusão do sector agrícola na Rede de Emergência de Postos de Abastecimento definida pelo Governo.
Consciente dos efeitos devastadores para milhares de produtores, e sem desvalorizar o pré-aviso de greve, “desde a primeira hora que a CAP se posicionou ao lado de uma solução que permita salvaguardar e proteger o sector, o que levou o Ministério da Agricultura a solicitar informações sobre os locais considerados prioritários”, escreve Eduardo Oliveira e Sousa.
“Não será por falta de informação, de colaboração ou de disponibilidade por parte da CAP que os poderes públicos não dispõem de todos os elementos necessários para mitigarem esta situação”.
O presidente da CAP alertou ainda os agricultores para que tomem todas as medidas necessárias para, “com toda a segurança e dentro da legalidade”, criarem as reservas necessárias para minimizarem situações de carência que possam verificar-se, certo de que “os agricultores portugueses saberão ser um exemplo de elevação e de civismo”, conclui.
A CAP irá continuar a agir, junto dos poderes públicos, no interesse da defesa e salvaguarda da agricultura e dos agricultores e a intervir publicamente sempre que se justificar.
Com a colaboração das suas Associadas, a CAP elaborou uma lista com a identificação dos locais com condições para receber combustível agrícola e rodoviário que remeteu ao Governo.
	
Lista de Postos de Combustível (incluindo gasóleo verde)
	http://www.ense-epe.pt/wp-content/uploads/2019/08/Postos_Exclusivos_Nao_Exclusivos_7_8_2019.pdf
	
Postos de Combustível em Mapa 
	https://fusiontables.googleusercontent.com/embedviz?q=select+col16+from+116kmJ8an-416Yl8h30oNHZ4cmh3TwgaTnfhc3mB-&viz=MAP&h=false&lat=39.608268396306734&lng=-5.271147050665823&t=1&z=7&l=col16&y=2&tmplt=2&hml=ONE_COL_LAT_LNG

Em carta dirigida a todas as Associadas, o presidente da CAP alertou para o impacto da greve dos combustíveis em plena época de colheitas, insistindo na inclusão do sector agrícola na Rede de Emergência de Postos de Abastecimento definida pelo Governo.

Consciente dos efeitos devastadores para milhares de produtores, e sem desvalorizar o pré-aviso de greve, “desde a primeira hora que a CAP se posicionou ao lado de uma solução que permita salvaguardar e proteger o sector, o que levou o Ministério da Agricultura a solicitar informações sobre os locais considerados prioritários”, escreve Eduardo Oliveira e Sousa.

“Não será por falta de informação, de colaboração ou de disponibilidade por parte da CAP que os poderes públicos não dispõem de todos os elementos necessários para mitigarem esta situação”.

O presidente da CAP alertou ainda os agricultores para que tomem todas as medidas necessárias para, “com toda a segurança e dentro da legalidade”, criarem as reservas necessárias para minimizarem situações de carência que possam verificar-se, certo de que “os agricultores portugueses saberão ser um exemplo de elevação e de civismo”, conclui.

A CAP irá continuar a agir, junto dos poderes públicos, no interesse da defesa e salvaguarda da agricultura e dos agricultores e a intervir publicamente sempre que se justificar.

Com a colaboração das suas Associadas, a CAP elaborou uma lista com a identificação dos locais com condições para receber combustível agrícola e rodoviário que remeteu ao Governo.

Lista de Postos de Combustível (incluindo gasóleo verde)
http://www.ense-epe.pt/wp-content/uploads/2019/08/Postos_Exclusivos_Nao_Exclusivos_7_8_2019.pdf

Postos de Combustível em Mapa
 https://fusiontables.googleusercontent.com/embedviz?q=select+col16+from+116kmJ8an-416Yl8h30oNHZ4cmh3TwgaTnfhc3mB-&viz=MAP&h=false&lat=39.608268396306734&lng=-5.271147050665823&t=1&z=7&l=col16&y=2&tmplt=2&hml=ONE_COL_LAT_LNG

Notícias mais vistas
  • Pagamentos do IFAP para Outubro
  • CAP atualiza a tabela salarial da Convenção Coletiva de Trabalho (2019)
  • Manuel Grave vence Prémio Jovem Agricultor do Ano
  • Portugal Vence Prémio “Melhor Jovem Agricultor Europeu” 2018
  • World Olive Oil Summit em Santarém
  • Qual é a data obrigatória para que o Jovem Agricultor seja titular da exploração?
  • CAP e Sindicato dos Trabalhadores da Agricultura Firmam Acordo (2018)
  • Portugal reforça nível de alerta contra Peste Suína Africana
  • ALTERAÇÃO AO REGIME DOS TRABALHADORES INDEPENDENTES NA ATIVIDADE AGRÍCOLA debatido em Vila Real e Santarém
Comente este artigo
Anterior ONU quer mudanças na dieta e no uso dos solos para travar alterações climáticas
Próximo FILPORC - Associação Interprofissional da Fileira da Carne de Porco reconhecida como Organização Interprofissional

Artigos relacionados

Opinião

Organizações de Produtores, a eliminação de uma medida que fazia a diferença – Domingos dos Santos

Nos últimos tempos muito se tem falado de organizações de produtores, mas pouca importância se tem dado a esta forma de organizar a produção agro-pecuária.
A figura das Organizações de produtores surge como um mecanismo de compensação em relação às negociações da Organização Comum dos Mercados para as Frutas e Legumes e foi-se estendendo a outras fileiras. […]

Nacional

Sondagem sobre o estado do Marketing Agrícola em Portugal

A startup tecnológica portuguesa Faarm tem uma sondagem a decorrer sobre o estado do Marketing Agrícola em Portugal. Com esta sondagem pretende-se aferir a forma como os sectores da produção estão a criar marcas comerciais e a divulgar os seus produtos e serviços à indústria alimentar e aos consumidores. […]

Comunicados

Mercados abastecedores unem-se para influenciar políticas europeias

O Grupo SIMAB foi um dos membros europeus da União Mundial de Mercados Grossistas (WUWM) que subscreveram esta segunda-feira (9), em Paris, uma declaração conjunta que pretende reforçar a colaboração entre si e assim aumentar a sua visibilidade junto das instâncias europeias e internacionais. […]