Celpa – Prémio Floresta e Sustentabilidade – Categoria “Economia e Gestão da Floresta” recebe projetos de produtores, associações e empresas até 31 de Dezembro

Celpa – Prémio Floresta e Sustentabilidade – Categoria “Economia e Gestão da Floresta” recebe projetos de produtores, associações e empresas até 31 de Dezembro

[Fonte: Celpa]

31 de Dezembro de 2018 é a data limite para submeter candidaturas nas categorias Economia e Gestão, Inovação e Ciência e Floresta e Comunidade.

À categoria Economia e Gestão podem candidatar-se empresas, associações de produtores ou produtores individuais (categoria Economia e Gestão).

À categoria Inovação e Ciência, este ano aberta às ciências sociais e humanas, podem candidatar-se autores de trabalhos académicos, investigadores, grupos de investigação, universidades, politécnicos, entre outros.
À categoria Floresta e Comunidade podem candidatar-se ONG, autarquias ou outras entidades, incluindo individuais.
Apenas a categoria Escolas e Floresta terá uma data mais ampliada para a entrega de projetos: 31 de Janeiro de 2019.

O prémio para o vencedor de cada categoria é 5000 euros.

O Prémio Floresta e Sustentabilidade, que está na sua 2ª edição, tem como principal objetivo promover o melhor da floresta portuguesa e o conhecimento que o público tem sobre esta área.

Para saber mais sobre esta e outras categorias, consulte o regulamento ou aceda aos questionários das categorias. Confirme que categoria é a mais adequada ao seu perfil:

Categorias:
(Candidaturas até 31 de Dezembro de 2018)
>Gestão e Economia da Floresta:
É uma empresa, associação de produtores ou prestador de serviços
e trabalha com a floresta portuguesa?
Saiba que tem uma categoria indicada para si na 2ª edição do Prémio Floresta e Sustentabilidade. Basta ter um projeto e/ou negócio sustentável que aplique as melhores práticas em operações florestais e que sejam inovadores e com importância social e ambiental.
>Inovação e Ciência:
A gramde novidade este ano é a possibilidade de poderem candidatar-se a esta categoria trabalhos na área das ciências exactas, sociais, humanas e naturais, entre outras.
Prémio que distingue projetos inovadores provenientes da academia ou outras entidades relacionadas com a área.
>Floresta e Comunidade:
Prémio que pretende distinguir projetos de educação ambiental e florestal provenientes de ONG, autarquias ou outras entidades, incluindo pessoas individuais, que tenham projetos de proteção da floresta.

(Candidaturas até 31 de janeiro de 2019)

>Escolas e Floresta:
Categoria que distingue trabalhos realizados por alunos que frequentem o 9º, 10º, 11º e 12º anos coordenados por docentes. Projectos interturmas e com coordenação de mais de um professor serão valorizados. O tema é “O Valor da Floresta em 3 minutos” e devem ter fundamento teórico. O desafio é apresentar um vídeo com

Comente este artigo
Anterior Ideias de negócio do projeto AgriEmpreende apresentadas a potenciais financiadores
Próximo TOP 5 das publicações, mais lidas, do ano 2018

Artigos relacionados

Comunicados

Estabelecidas as regras nacionais de reconhecimento de organizações de produtores – Portaria n.º 298/2018

 
Foi publicada a 9 de setembro em Diário da República, a Portaria n.º 298/2019 que estabelece as regras nacionais complementares de reconhecimento de organizações de produtores e respetivas associações previstas no capítulo III do título II da parte II do Regulamento (UE) n.º […]

Comunicados

Dia Mundial da Alimentação – 16 de outubro

Tendo como tema “As nossas Ações representam o nosso Futuro. Dietas saudáveis para um mundo #FomeZero”, celebra-se a 16 de outubro o Dia Mundial da Alimentação. […]

Dossiers

CAP contra cortes no apoio às medidas agroambientais

A Confederação dos Agricultores de Portugal manifesta a sua disponibilidade para, juntamente com o Ministério da Agricultura, […]