Potencial da floresta portuguesa debatido em Live Lab com a academia

Potencial da floresta portuguesa debatido em Live Lab com a academia

11 Dezembro, 2018

Um painel de luxo debateu no passado dia 12 de Dezembro o potencial da floresta portuguesa. No live lab Academia e Floresta participaram Abílio Pereira Pacheco, do INESC-TEC e Universidade do Porto, António Bento Gonçalves, da Universidade do Minho, Domingos Lopes, da Universidade de Trás os Montes e Alto Douro (em representação do presidente do Conselho de Reitores das Universidades Portuguesas), Elvira Fortunato, da Universidade Nova de Lisboa, Helena Pereira, da Fundação para a Ciência e Tecnologia e Rogério Rodrigues, do Instituto de Conservação das Florestas e da Natureza. Consulte aqui a opinião destes especialistas e consulte a cobertura feita pelo Correio da Manhã e Jornal de Negócios.
Pode também assistir ao debate na página de Facebook do Jornal de Negócios, onde ainda está disponível, ou ouvir as declarações prestadas pelos oradores pós-conferência no site do Prémio Floresta e Sustentabilidade.

O suplemento publicado no Correio da Manhã e no Jornal de Negócios poderá ser consultado aqui.

O artigo foi publicado originalmente em Celpa.

Comente este artigo
Anterior ANIPLA: Estudo destaca elevada segurança na proteção das plantas
Próximo “Mata-Vacas – Processo RNC 2050”… - João Dinis

Artigos relacionados

Últimas

Ponto de situação do coronavírus e medidas extraordinárias – comunicação da IACA

A IACA participou ontem no Ministério da Economia, integrada na representação da FIPA, numa reunião com um conjunto de organizações […]

Nacional

Carmo Wood investe 3ME para aumentar capacidade de fábrica em Oliveira de Frades

A empresa Carmo Wood investiu três milhões de euros para aumentar a capacidade da sua fábrica de Oliveira de Frades, dando seguimento ao objetivo de se tornar mais forte após os incêndios […]

Comunicados

Santa Casa, Câmara de Monchique e Navigator apoiam produção de medronho

No âmbito do projeto “Reviver Tradições”, desenvolvido em parceria com a Santa Casa da Misericórdia e com a Câmara Municipal de Monchique que reúne várias gerações na colheita do medronho, será dado a conhecer, no próximo dia 21 de setembro, o produto final resultante da destilação deste fruto. […]