Portugal acolhe o “Fórum para o Futuro da Agricultura” (FFA – Fórum for the Future of Agriculture)

Portugal acolhe o “Fórum para o Futuro da Agricultura” (FFA – Fórum for the Future of Agriculture)

Realiza-se, no próximo dia 26 de maio, nas instalações do CNEMA, em Santarém, o Fórum para o Futuro da Agricultura.

O evento terá transmissão online mediante registo gratuito prévio e poderá ser acompanhado em língua portuguesa e inglesa.

→ Inscrição ←

Com o Alto patrocínio da Presidência Portuguesa do Conselho da União Europeia, numa organização conjunta da ELO – European Landowners’ Organization e da Syngenta, contando com diversas parcerias, entre as quais “The Nature Conservacy” e “WWF – World Wide Fund for Nature“, este Fórum pretende descentralizar o debate em torno da temática do Futuro da Agricultura e tem o seguinte programa:

Período da manhã – co-organização da CAP, da UNAC, ANPC e da Celiege

  • Práticas Agrícolas no Sul da Europa- Uso Sustentável da Água e Gestão dos Ecossistemas Agrícolas
  • Aumentar a Sustentabilidade através de Acordos de Comércio

Período da tarde – co-organização da CAP e da ELO, em colaboração com o CIB- Centro de Informação de Biotecnologia e a Anseme

  • Novas Técnicas de Obtenção e Melhoramento de Plantas» e o seu papel na resposta às alterações climáticas e como ferramenta para atingir as metas da Estratégia «Do Prado ao Prato».

Os países do sul da Europa correm um risco elevado de seca e de stress hídrico devido ao impacto das alterações climáticas. O aumento dos períodos de seca traz efeitos muitos graves, tais como perda de solo superficial e desertificação, que não afetam apenas a rentabilidade das explorações agrícolas, mas também a biodiversidade e os habitats existentes. A cooperação não é apenas necessária a nível europeu para assegurar um acesso equitativo à água, mas também a nível regional para fornecer a água necessária para sustentar a agricultura local e os habitats. A primeira sessão da FFA2021 Portugal explorará práticas agrícolas sustentáveis no Sul da Europa, com enfoque no uso da água e na gestão dos habitats.

Os acordos de comércio internacional representam não só uma componente crítica para o cumprimento dos compromissos globais em matéria de ambiente, mas também das condições de trabalho, e uma contribuição para travar e inverter a emergência climática. O equilíbrio dos ganhos económicos com as possíveis externalidades negativas geradas pelo aumento da atividade económica continua a ser um dos aspetos mais exigentes do comércio internacional. O objetivo da segunda sessão é explorar formas de os acordos comerciais poderem incorporar objetivos de sustentabilidade e promover o comércio que reduz os impactos nocivos sobre o ambiente.

Com a recente discussão em curso em torno das Novas Técnicas Genómicas (TNG) nas Instituições Europeias, o FFA decidiu acolher um Workshop de Soluções na tarde de 26 de Maio. O workshop foi dividido em duas sessões onde a primeira irá explorar o potencial das NGTs para alcançar os objetivos da Estratégia da UE “Farm to Fork“. A sessão seguinte avaliará o papel mundial das NGTs na luta contra as alterações climáticas e na resiliência da agricultura às alterações climáticas.

A CAP apela ao registo e convida qualquer pessoa é bem-vinda a fazer parte do diálogo, juntando-se à discussão através do nosso espaço digital. A plataforma digital proporciona uma experiência única que separa o Fórum dos webinars.

Aqueles que se inscreverem poderão assistir aos eventos ao vivo a partir de Portugal, estabelecer uma rede com outros participantes, aceder a conteúdos exclusivos nos stands na área de exposição e descobrir receitas sustentáveis.

Comente este artigo
Anterior InovCluster faz parceria com e-marketplace MercaChefe.pt
Próximo Diálogo entre Agricultura e Ambiente mobiliza Presidente da República, Secretário-Geral da ONU, Comissário da Agricultura e do Desenvolvimento Rural e Ministra da Agricultura

Artigos relacionados

Conservação

Navigator sensibiliza crianças em Setúbal para a importância da floresta

A The Navigator Company, no âmbito do projecto “Dá a Mão à Floresta”, levará a cabo durante o fim-de-semana de 12 e 13 de Outubro, […]

Últimas

A FENADEGAS defende desde a primeira hora a Destilação de Crise para o Setor do Vinho

Tal como divulgado, na sequência do inquérito que a FENADEGAS lançou a todas as Adegas Cooperativas do país, uma das medidas propostas para […]

Últimas

Consórcio quer digitalizar setores agrícola e agroalimentar em Portugal

Um consórcio com 11 entidades, como a Confederação dos Agricultores de Portugal (CAP), quer criar um polo de inovação digital para os setores agrícola e agroalimentar, tendo em vista […]