Ovibeja arranca “cheia” para mostrar todo o Alentejo deste mundo

Ovibeja arranca “cheia” para mostrar todo o Alentejo deste mundo

Os efeitos das alterações climáticas na agricultura é o tema da edição deste ano da feira agropecuária Ovibeja, que arranca esta quarta-feira, “cheia” e com “mais de mil expositores” para mostrar “todo o Alentejo deste mundo”.

Houve “bastante procura de expositores, mais do que no ano passado” e a 36.ª Ovibeja vai decorrer “cheia” até domingo, no Parque de Feiras e Exposições de Beja – Manuel Castro e Brito, segundo Rui Garrido, presidente da associação ACOS – Agricultores do Sul, a organizadora da feira.

De acordo com a ACOS, estão presentes “mais de mil expositores” de diversos setores de atividade e distribuídos por vários pavilhões instalados numa área de 10 hectares do parque.

Segundo Rui Garrido, na edição deste ano, a Ovibeja, que “é uma espécie de Ronaldo do Alentejo que toda a gente conhece no país e no estrangeiro”, tem o “mesmo esquema dos últimos anos”, assumindo como tema “as alterações climáticas e os seus efeitos na agricultura”.

 

 

Continue a ler este artigo no Observador.

Comente este artigo
Anterior Formação obrigatória para tratoristas
Próximo Oferta de emprego - Technical Grower Test Plot - São Teotónio

Artigos relacionados

Últimas

Covid-19: Em Atilhó os dias são de trabalho no campo sem os intervalos no café ou na missa

A Covid-19 veio intensificar o isolamento em Atilhó, aldeia de Boticas onde os dias passam todos iguais e a vida se reparte entre as casas e o trabalho […]

Últimas

“Fogo de Vila de Rei tem “frente de 25 quilómetros”

Dominados os fogos da Sertã, onde o dia ainda vai ser de muito trabalho, as atenções viram-se para o fogo de Vila de Rei, […]

Eventos

Dia Mundial das Zonas Húmidas – 2 Fevereiro 2018 – Coimbra

O Centro de Ecologia Funcional (CFE) da Universidade de Coimbra (UC) e a Associação Portuguesa de Herpetologia, com o apoio da Cátedra UNESCO em Biodiversidade e Conservação para o Desenvolvimento Sustentável, […]