Ordem dos Médicos Veterinários celebra 30 anos

Ordem dos Médicos Veterinários celebra 30 anos

No dia 4 de outubro, celebra-se o Dia do Médico Veterinário, o Dia do Animal e completam-se 30 anos desde a constituição da Ordem dos Médicos Veterinários (OMV) em Portugal. A instituição tem como atribuições a defesa da saúde pública através da salvaguarda e promoção da saúde, do bem-estar animal e da segurança alimentar, bem como contribuir para a dignificação do Médico Veterinário e o reconhecimento do seu papel na sociedade. As comemorações são assinaladas pela OMV com a oferta aos seus membros de um livro de fotografias inéditas sobre o mundo rural do Médico Veterinário e fotógrafo português Jorge Bacelar, distinguido nos melhores concursos de fotografia do mundo.

A instituição nasceu em 1991, na sequência do Decreto-Lei nº 368/91, de 4 de outubro, em que o Governo designa a Comissão Instaladora da OMV constituída por Renano Henriques, Jorge Silva, Pena Monteiro, Carmo Costa, Manuel Lage e Cardoso de Resende, dando início a um novo marco na História da Medicina Veterinária em Portugal, e teve como primeiro Bastonário Fernando Cardoso Paisana.

Para assinalar as efemérides, a OMV destaca a evolução da profissão, as principais questões do setor e a importância dos Médicos Veterinários nas suas diversas áreas de atuação que vão desde a saúde e bem-estar animal, incluindo a clínica de animais de companhia, espécies exóticas, espécies pecuárias e equinos, bem como as áreas da tecnologia alimentar, inspeção sanitária, segurança alimentar e saúde pública, entre outras.

Traçando o perfil da profissão, Portugal tem, atualmente, 6677 Médicos Veterinários com inscrição ativa na OMV. A maioria dos profissionais com inscrição ativa (3397) pertencem ao Conselho Regional Sul, seguindo-se o Conselho Regional Norte, com 1715 profissionais e o Conselho Regional Centro, com 1223. Seguem-se os Conselhos Regionais dos Açores e da Madeira, com menor número de profissionais ativos, muito pela sua dimensão, com 236 e 102 Médicos Veterinários, respetivamente.

No balanço destes 30 anos, destaca-se a modernização e profissionalização da OMV, a defesa do exercício da profissão veterinária e dos interesses dos animais, nomeadamente, com a realização de estudos científicos, criação do programa Cheque Veterinário, iniciativas de apoio solidário e campanhas de sensibilização.  A redução do IVA nos Atos Médico-Veterinários, a aprovação do Ato Médico-Veterinário e o processo de licenciamento dos equipamentos radiológicos, têm sido alguns dos temas prioritários para a OMV.

“Neste novo ciclo que agora iniciamos, iremos continuar a dar prioridade a “Uma Só Saúde”, defendendo a visão integrada das áreas que envolvem o bem-estar humano, animal e ambiental e o amplo papel que o Médico Veterinário exerce na solução de desafios globais para a sociedade. Áreas como a vigilância epidemiológica, a medicina preventiva, a saúde pública, o controlo de zoonoses, a gestão populacional de animais e a vigilância ambiental, são áreas prioritárias da medicina veterinária nos próximos anos que a OMV irá acompanhar de perto”, refere Jorge Cid, Bastonário da Ordem dos Médicos Veterinários.

Atravessando um contexto ainda marcado pela pandemia que trouxe muitos desafios à Medicina Veterinária, “é indissociável a interação entre a saúde humana, ambiental e animal, e a profissão de Médico Veterinário tem o objetivo de zelar pela saúde e bem-estar de forma integrada e considerando o ambiente inserido”, acrescentou.

Comente este artigo
Anterior Contratos de muito curta duração “imprescindíveis” para agricultura – CAP
Próximo Altri assina memorando para criar biofábrica de fibras sustentáveis na Galiza

Artigos relacionados

Últimas

«A laranja do Algarve alavanca a exportação de outros hortofrutícolas nacionais»

Há dois anos à frente da Direcção Regional de Agricultura e Pescas do Algarve, Pedro Valadas Monteiro fala da situação actual da fileira dos citrinos naquela que é a região de excelência da produção nacional. […]

Últimas

A floresta é um fardo para os pequenos proprietários

Luís Damas preside à Associação de Agricultores dos Concelhos de Abrantes, Constância, Sardoal e Mação há seis anos, mas entrou na associação, como técnico, há perto de três décadas. Ajudou […]

Cotações PT

Cotações – Ovinos e Caprinos – Informação Semanal – 29 Junho a 5 Julho 2020

Na semana em análise as cotações médias nacionais dos borregos analisados, de <12 kg, 22-28 kg e de >28 kg, mantiveram-se estáveis em […]