Open Português de Pastoreio regressa a Idanha

Open Português de Pastoreio regressa a Idanha

O Open Português de Pastoreio – Concurso de Condução de Rebanhos está de regresso de 22 a 24 de fevereiro ao Monte das Areias, Zebreira, concelho de Idanha-a-Nova.

Esta é uma prova internacional de cães de pastoreio que conta com participantes oriundos de vários países europeus tais como Portugal, Espanha, França, Holanda e Alemanha.

O Open Português de Pastoreio é organizado pela Associação Portuguesa de Utilizadores de Cães Pastores (APUCAP) em conjunto com a Câmara Municipal de Idanha-a-Nova e com os apoios institucionais da União de Freguesias de Zebreira e Segura e da Junta de Freguesia de Ladoeiro.

O torneio arranca na sexta-feira, 22 de fevereiro, e prolonga-se durante três dias nos prados do Monte das Areias, principais campos portugueses da modalidade, que valem a Idanha-a-Nova o título de Capital Portuguesa dos Cães de Pastoreio.

A competição tem entrada livre e inclui quatro eliminatórias a realizar nos dias 22 e 23, e uma final no domingo, 24, que junta os 12 melhores cães. As provas são regulamentadas por International Sheep dog Society (ISDS) de Inglaterra, tendo como juízes internacionais provenientes da Inglaterra, George Bonsall, e da Escócia, Stuart Davidson.

Comente este artigo

O artigo foi publicado originalmente em Voz do Campo.

Anterior Asfertglobal e INIAV promovem Jornadas de Fruticultura com apresentação de resultados de ensaios
Próximo Movimento avança com processo-crime contra o Estado por falhas nos incêndios

Artigos relacionados

Últimas

Novos piripíris com azeite Oliveira da Serra

A Oliveira da Serra apresenta novos piripíris com azeite:  Audaz e Extra-Audaz, “que pretendem desafiar os sentidos, tanto daqueles que já […]

Nacional

Porto Santo pode vir a ter uma reserva da biosfera

[Fonte: O Jornal Económico]
O país pode vir a ter mais uma reserva da biosfera, localizada no Porto Santo, […]

Nacional

Proposta para orçamento plurianual da UE “não é um bom sinal”, diz Carlos Moedas

O ex-comissário europeu para a Ciência e Inovação Carlos Moedas considera que a nova proposta do Conselho Europeu para o orçamento plurianual da União Europeia (2021-2027) “não é […]