Olivais tradicionais do Baixo Alentejo – um habitat único a conservar

A paisagem do Baixo Alentejo é um lugar de enorme diversidade biológica. Os olivais tradicionais são uma componente importante desta paisagem, à semelhança do que se observa um pouco por toda a Bacia do Mediterrâneo.

Os olivais tradicionais mediterrânicos são um ecossistema muito rico em plantas silvestres, principalmente em plantas anuais – plantas de ciclo de vida curto, ajustado à forte sazonalidade das chuvas, e sincronizado com o ritmo que o clima e o Homem impõem à terra: chuva, seca e lavra.

Mas os tempos são outros, e a paisagem e as comunidades biológicas que a ocupam estão a sofrer, de novo, uma forte alteração, desta vez muito mais rápida, e que está a conduzir a alterações drásticas das condições ecológicas às quais as plantas e os animais se adaptaram ao longo de séculos.

O artigo foi publicado originalmente em vimeo.

Comente este artigo
Anterior Previsão de longo prazo - 09 mar. a 05 abr. 2020
Próximo ADP Fertilizantes mostra a importância das mulheres na agricultura

Artigos relacionados

Notícias florestas

Requalificação da mata do Congro é a homenagem necessária nos 200 anos de José do Canto

José do Canto foi um importante empresário e criador de paisagens açoriano. Uma das suas criações, a mata-jardim da lagoa do Congro, carece de requalificação. Governo dos Açores diz que a intervenção é um “desígnio” e irá avançar em […]

Dossiers

18º Edição da Feira do Mel e do Artesanato

O recinto da feira irá receber de 16 a 18 de agosto de 2019, em Pedras Salgadas, cerca de uma centena de stands associados ao mel, […]

Dossiers

Cotações – Bovinos – Informação Semanal – 2 a 8 Novembro 2020

As cotações médias nacionais, mais frequentes, de novilhos e de novilhas, 12 a 24 meses Turina, não sofreram alterações, mas as de novilho e de novilha, 12 a 24 meses cruzados Charolês, […]