Variedades de Oliveira Portuguesas – OLEAVALOR

Variedades de Oliveira Portuguesas – OLEAVALOR

Valorização das Variedades de Oliveira Portuguesas (OLEAVALOR)

Objetivos:

O Alentejo contribui atualmente com 50% da produção de azeitona a nível nacional e, por isso, a olivicultura foi identificada como um domínio da estratégia de I&I para uma especialização inteligente (RIS3) a nível regional. Neste enquadramento, a operação proposta tem como objetivo geral avaliar e melhorar o potencial produtivo das principais variedades regionais de oliveira (‘Galega vulgar’, ‘Cobrançosa’, ‘Verdeal Alentejana’, ‘Cordovil de Serpa’, ‘Azeiteira’, ‘Blanqueta’, ‘Carrasquenha de Elvas’), com vista à sua utilização em sistemas de produção intensiva. Para que esse objetivo possa atingir-se, é essencial o desenvolvimento de linhas de trabalho multidisciplinares, capazes de proporcionar um avanço significativo ao nível do conhecimento fundamental da química do azeite e da genética, reprodução, biologia e fisiologia do desenvolvimento, das variedades em estudo.

Resultados:

Ao nível dos indicadores de resultados, para além de um significativo número de publicações e comunicações, tanto a nível nacional como internacional, do registo de variedades autóctones de oliveira no catálogo nacional de variedades e de potenciar a dinamização e a competitividade de empresas do setor olivícola, a operação prevê o registo de duas patentes internacionais, uma relativa à ferramenta biológica para controlo dos principais fungos causadores da gafa em azeitona e outra relativa à ferramenta biológica para controlo da bactéria Xylella fastidiosa em oliveira.

Entidade beneficiária | CEBAL – Centro de Biotecnologia Agrícola e Agro-Alimentar do Alentejo , INIAV – Instituto Nacional de Investigação Agrária e Veterinária , Instituto Politécnico de Portalegre – Escola Superior Agrária de Elvas , Universidade de Évora

Data de aprovação | 18-03-2016
Data de inicio | 01-06-2016
Data de conclusão | 31-05-2019


Custo total elegível | 781581.68 €
Apoio financeiro da União Europeia | FEADER – 664344.43 €
Apoio financeiro público nacional/regional | 105107.40 €

→Consulte aqui o site do projecto OLEAVALOR←

Comente este artigo
Anterior Governo dos Açores prepara plano estratégico para os laticínios
Próximo Jornada Técnica "Venda Responsável de Produtos Fitofarmacêuticos" - 4 de junho - EDIA, Beja

Artigos relacionados

Nacional

PDR 2020 abre novo aviso para investimentos na fruticultura no primeiro semestre de 2019 – Suplemento AgroVida de Dezembro da Vida Económica

O Ministério da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural (MAFDR) desmente atrasos na análise das candidaturas ao Programa de Desenvolvimento Rural (PDR 2020), […]

Sugeridas

Portugal supera Alemanha e Bélgica na agricultura biológica

[Fonte: O Jornal Económico]
Os consumidores procuram cada vez mais produtos alimentares de origem biológica, o que tem provocado um crescimento da agricultura biológica na Europa. […]

Sugeridas

Agricultores: “Não há alternativa” a alojar imigrantes do Mira

[Fonte: Diário do Alentejo] A Associação de Beneficiários do Mira (ABMira) avisou hoje que “não há alternativa” ao alojamento de trabalhadores imigrantes em explorações do aproveitamento hidroagrícola devido à necessidade de mão-de-obra e à falta de “oferta suficiente de habitações”. […]