Oficina de produção de cogumelos, no Mercado de Inverno, em Abrantes – 1 de fevereiro

Oficina de produção de cogumelos, no Mercado de Inverno, em Abrantes – 1 de fevereiro

Participar numa oficina gratuita de produção de cogumelos é um dos convites que o Mercado de Inverno, em Abrantes, traz para a manhã de 1 de fevereiro, a que se alia a mostra e venda de hortofrutícolas, agroalimentares e artesanato.

A oficina, começa às 10h e é dedicada à produção de cogumelos em toros de madeira, sendo gratuita, mas limitada a 12 participantes.

Contará com os conhecimentos do engenheiro agrícola Simão Pita, do I Núcleo de Produtores PROVE do Ribatejo Interior e professor da EPDRA – Escola Profissional de Desenvolvimento Rural de Abrantes.

O objetivo é ensinar a produzir cogumelos comestíveis em toros de madeira, o que passará por abordar temas como o que são cogumelos, caracterização da espécie e os tipos de madeira a serem utilizadas; a inoculação da madeira e o material necessário, as condições necessárias para a incubação da madeira e a frutificação; quais as pragas e doenças e como e quando deve ser feita a colheita.

Destinada ao público em geral, nesta iniciativa as inscrições podem ser feitas através do email [email protected], indicando o nome, idade, proveniência e número de telefone dos participantes.

Abóboras, brócolos, couves, nabo e nabiças, batatas, cebolas, beterraba, alho francês, citrinos, maças, ervas aromáticas, produtos transformados e artesanato serão alguns dos artigos que poderão ser encontrados neste Mercado de Inverno, integrado no Bairro ConVida e participado pelos vários parceiros deste projeto.

O local previsto para a realização deste certame de época, entre as 9h e as 13h, é o Parque Intergeracional de Vale de Rãs, em Abrantes, no entanto, em caso de mau tempo, a iniciativa de exposição e venda de hortofrutícolas, agroalimentares e artesanato passará para o edifício Millenium.

O artigo foi publicado originalmente em Voz do Campo.

Comente este artigo
Anterior Infarmed já autorizou cinco empresas a cultivar canábis para fins medicinais
Próximo Las cotizaciones en el porcino ibérico siguen bajando

Artigos relacionados

Comunicados

400 mil euros reforçam a conservação da Tapada Nacional de Mafra

O Ministro do Ambiente e da Ação Climática, João Pedro Matos Fernandes e o Secretário de Estado da Conservação da Natureza, das Florestas e do […]

Nacional

União Europeia: «poucos» progressos no domínio do uso sustentável dos pesticidas

Um relatório recente do Tribunal de Contas Europeu (TCE) indica que «foram poucos os progressos alcançados na medição e redução dos riscos da utilização de pesticidas na UE [União Europeia]». […]

Eventos

INIAV: Dia do Agricultor 2019 – 15 de maio – Elvas

Conheça aqui o programa do Dia do Agricultor