Oferta de Emprego – Engenheiro Agrónomo (M/F) – Montijo

Oferta de Emprego – Engenheiro Agrónomo (M/F) – Montijo

Somos uma empresa ligada a floricultura, e atuamos em diversos sectores de actividades, todos relacionados com a produção e comercio de flores ornamentais.

Responsabilidades:

  • Planear o cultivo das culturas.
  • Coordenar as actividades de produção.
  • Controlar a qualidade dos trabalhos e equipas.
  • Garantir a qualidade de produção e reportar anomalias.
  • Definir e organizar as necessidades de tratamento das culturas.

Requisitos:

  • Formação académica na área da Engenharia Agronómica.
  • Facilidade no relacionamento interpessoal e espírito de equipa.
  • Sentido de responsabilidade, rigor e comprometimentos com o trabalho.
  • Transporte próprio.

Condições: Oferecemos:

  • Vencimento compatível com a função e experiência demonstrada.
  • Refeições e alojamento.
  • Possibilidade de integração na equipa.

Os interessados deverão enviar CV, para: nidia.florf@gmail.com

 

Comente este artigo
Anterior Violência Vegan – uma evolução preocupante - Carlos Neves
Próximo Oferta de Emprego: Técnico de Produção Animal Júnior - Évora

Artigos relacionados

Dossiers

Poca actividad y poca oferta en el mercado del aceite de oliva

[Fonte: Agropopular – Cotações]
Imagen de José Manuel Santana (La Puebla de los Infantes, Sevilla)
Los precios en origen de aceite de oliva se mantuvieron sin apenas variaciones esta semana respecto a la anterior. Según fuentes de Oleoestepa, […]

Comunicados

Resultados Comercialização 2017 – Vinhos da Região Demarcada do Douro

2017 foi um ano de recordes para os vinhos com Denominação de Origem Protegida/ Indicação Geográfica Protegida da Região Demarcada do Douro. Registaram-se vendas no total de 556 milhões de euros, correspondentes a 13,7 milhões de caixas. Em relação a 2016, a subida em volume de negócios foi de 3,6% e em quantidade de 2,2%. […]

Sugeridas

Reembolso da disciplina financeira – campanha 2015

[Fonte: IFAP]
De acordo com o princípio da Disciplina Financeira, referido no artigo 8.º do Regulamento (CE) n.º 1307/2013 (aplicável à campanha 2015), os montantes destinados a financiar as despesas relacionadas com o mercado e os pagamentos diretos da Política Agrícola Comum (PAC) devem respeitar os limites máximos anuais fixados por Decisão dos representantes dos Governos dos Estados-Membros. […]