Novo sistema ciclónico deverá formar-se sobre Portugal continental.

Novo sistema ciclónico deverá formar-se sobre Portugal continental.

” Novo sistema ciclónico deverá formar-se sobre Portugal continental. Agravamento a partir de dias 3/4 de Novembro . “

— Sistema de baixas pressões deverá formar-se sobre o sul na 4ª feira.

Este fim de semana será marcado pela presença de massas de ar quentes e estáveis, vindas do Atlântico subtropical, no entanto teremos uma mudança clara a partir de 3ª feira.

Primeiro, uma frente fria irá avançar sobre o território, com ar frio a colidir com o ar quente presente sobre o território, esta frente será depois reactivada pela chegada de uma perturbação polar em altitude na 4ª feira.

Esperamos que a interacção destes elementos atmosféricos gere uma baixa pressão ( ciclogénese ) sobre o sul de Portugal continental, que depois deverá avançar para o Atlântico, ficando a oeste do território durante alguns dias.

Esperamos, assim, precipitação localmente significativa.
Há potencial claro para acumulados localmente superiores a 50- 100 litros por metro quadrado em 24h, com risco de inundações.

Teremos queda de neve a cotas que poderão descer abaixo dos 800m no interior norte e centro, com acumulados de neve que poderão ser significativos acima dos 800-1000m de altitude. A cota de neve tendera depois a subir a finais da semana.

Atenção à possibilidade de ocorrência de trovoadas, com granizo, vento forte e picos significativos de precipitação em pouco espaço de tempo.

O vento deverá intensificar-se, com rajadas mais fortes nas terras altas e em pontos mais expostos. Não se descartam valores até 100km/h em alguns locais.

” Risco de inundações, vento forte, trovoadas e possibilidade de queda abundante de neve acima dos 800-1000m. Tempo instável pelo menos até ao fim de semana”

—Alguns dias de instabilidade.

Ao longo da semana e até ao fim de semana ( 7-8 Nov ), esperamos que um campo de baixas pressões persista a oeste.

Devido a isto teremos alguns dias com passagem sucessiva de áreas de instabilidade, com aguaceiros e trovoadas localmente fortes, com granizo e vento.

Um ponto muito positivo no meio disto tudo é que teremos mais um alivio bastante generalizado da situação de seca.

Novembro deverá ser um mês em geral instável, com mais episódios de chuva, seguindo a linha dos últimos anos, no entanto Dezembro poderá ser um mês mais seco.

Sistema ciclónico deverá formar-se sobre o sul.
Sistema ciclónico deixará o tempo revolto por alguns dias.
Sistema ciclónico, risco de tempo severo localizado.
Sistema ciclónico deixará mau tempo em Portugal continental, com neve, chuva, vento e trovoada.

Precipitação localmente significativa sobre todo o território.

O artigo foi publicado originalmente em BestWeather.

Veja a previsão do tempo e a melhor altura para pulverizar na nossa página de Meteorologia powered by Syngenta.

Comente este artigo
Anterior Covid-19: Governo assegura pagamento da produção integrada aos agricultores em novembro
Próximo Sonae Arauco dá “um salto no tempo” na produção florestal

Artigos relacionados

Nacional

SIMAB estuda implementação de plataforma agroalimentar em Cabo Verde

A SIMAB – Sociedade Instaladora De Mercados Abastecedores anunciou esta semana que, até ao final de julho, deverá estar concluído o estudo para a implantação de uma plataforma logística de base agroalimentar em Cabo Verde. […]

Cotações ES

Los precios de los corderos permanecen inamovibles


Se mantiene sin cambios las cotizaciones de los corderos, con escaso movimiento, pero sin presión por parte de la oferta, […]