Covid-19: Governo assegura pagamento da produção integrada aos agricultores em novembro

Covid-19: Governo assegura pagamento da produção integrada aos agricultores em novembro

O Ministério da Agricultura indicou hoje à Lusa que o pagamento da segunda tranche do adiantamento da medida produção integrada, incluída no Programa de Desenvolvimento Rural (PDR) 2020, vai ser processado na primeira quinzena de novembro.

A Confederação Nacional da Agricultura (CNA) disse que o Governo falhou o adiantamento da medida produção integrada no valor de 25 milhões de euros, cujo pagamento estava previsto para o final do corrente mês.

Questionado pela Lusa, o ministério liderado por Maria do Céu Antunes esclareceu que “o pagamento da segunda tranche do adiantamento da medida M7.2 – Produção Integrada, inicialmente previsto para 30 de outubro, será processado durante a primeira quinzena do mês de novembro”, sem adiantar os motivos que levaram ao atraso.

Em comunicado, a CNA notou que, entre as medidas do PDR 2020, que necessitam de comparticipação nacional, que iriam ser alvo de adiantamento encontram-se a manutenção da atividade agrícola em zonas desfavorecidas e as medidas agroambientais, onde se incluí a produção integrada.

No entanto, apenas as primeiras foram concretizadas.

Em falta, segundo a CNA, está o adiantamento da medida produção integrada no valor de mais de 25 milhões de euros, que se deve “a razões puramente orçamentais e economicistas”.

Para a confederação isto justifica-se com o facto de o Governo não ter libertado as verbas a tempo de pagar medidas que implicam cerca de seis milhões de euros do Orçamento do Estado, sendo a restante verba assegurada por Bruxelas.

A pandemia de covid-19 já provocou mais de 1,1 milhões de mortos e mais de 45,1 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 2.468 pessoas dos 137.272 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Comente este artigo
Anterior UE aumenta exportações de carne de porco em 13% entre Janeiro e Agosto
Próximo Novo sistema ciclónico deverá formar-se sobre Portugal continental.

Artigos relacionados

Dossiers

Covid-19: Apoios à produção de mel aumentam a partir de 6ª feira devido à pandemia

Os pedidos de pagamento referentes a 2021 do Programa Apícola Nacional, referente ao triénio 2020-2022, vão ter um aumento na taxa de apoio, excecional e temporário, no âmbito da pandemia […]

Newsletters

Disponível Folha Informativa da RRN “EmRede” – Especial de abril

A Rede Rural Nacional divulgou a mais recente Folha Informativa “emRede”, do mês de abril, uma edição especial que pretende homenagear todo o setor onde, em pleno cenário pandémico provocado pelo novo coronavírus, […]

Últimas

Brasil anuncia acordo para exportação de frutas, castanhas e ovos com a Arábia Saudita

Segundo dados do Ministério da Agricultura brasileiro, estes produtos representam, no seu conjunto, um mercado potencial superior a 2 mil milhões de dólares (1,8 mil milhões de euros). […]