Novo Banco renova parceria com a Festa das Vindimas de Viseu

O Novo Banco “reforça o seu compromisso com a região do Dão e é mais uma vez parceiro de referência do Município de Viseu naquele que é já um dos eventos enoturísticos de referência a nível nacional: a Festa das Vindimas, em Viseu”, que decorre de 19 a 22 de Setembro.

A importância do sector vitivinícola enquanto motor impulsionador da economia da região do Dão “é inegável tal como o impacto que tem na vida das suas gentes e das suas empresas e são, mesmo que outros não houvesse, motivos mais do que suficientes para celebrar a tradição, o dinamismo e a cultura do vinho e da vinha da região, celebração a que o Novo Banco se associa enquanto patrocinador principal”, explica um comunicado da instituição bancária.

Apoios financeiros à agricultura

O Novo Banco, acrescenta o mesmo comunicado, “apoia e financia não apenas as empresas do sector vitivinícola, mas de todo o sector agrícola, com uma oferta alargada de linhas de crédito para todas as necessidades das empresas agrícolas e que vai desde o apoio de médio e longo prazo ao investimento, ao crédito de campanha agrícola para o curto prazo e tendo igualmente uma vasta oferta de produtos para os colaboradores das empresas”.

Para o banco liderado por António Ramalho, a excelência tem sido uma das marcas das cinco edições anteriores tal como o número crescente de visitantes.

Experiências de vindima

A edição deste ano decorre de 19 a 22 de Setembro e mantém como sempre a oferta de uma programação cheia de propostas como visitas e experiências de vindima em quintas do Dão, degustação de vinhos e da gastronomia regional no Mercado 2 de Maio, concertos musicais no centro histórico e a 2.ª edição do festival Viseu Estrela à Mesa! — um verdadeiro caso de sucesso na edição do ano passado — que reúne, no Rossio da cidade, conceituados Chefs de cozinha nacionais e internacionais para proporcionar a todos os visitantes experiências de cozinha gourmet únicas e irrecusáveis.

10 Chefs e 10 restaurantes

10 Chefs e 10 restaurantes instalam-se no Rossio. Treze quintas da região abrem portas para experiências de vindima e pisa. António Zambujo, Tatanka e Bárbara Tinoco compõem o cartaz musical

No ano em que Viseu se assume como “Destino Nacional de Gastronomia”, a cidade é por excelência, e especialmente ao longo de três dias, o palco principal da alta cozinha, ao reeditar aquele que é o novo evento-âncora da temporada, o “Viseu Estrela à Mesa”.

10 Chefs lideram um restaurante gourmet a céu aberto, em pleno Rossio, assinando experiências gastronómicas onde os ingredientes regionais são reinterpretados. O queijo da Serra, a maçã bravo esmolfe, os míscaros, a feijoca, a vitela de Lafões, o cabrito da Gralheira, o azeite de variedade galega, as avelãs de Viseu, o feijão papo de rola e a broa de Vildemoinhos são os 10 eleitos. Também os melhores vinhos do Dão acompanham os menus de almoços e jantares.

Holanda presente

Da Holanda, do restaurante ’t Nonnetje, com duas Estrelas Michelin, o Chef Michel van der Kroft propõe um misto entre os sabores dos Países Baixos e a sua paixão e influência pela cozinha portuguesa. Outra estreia no festival é Pedro Almeida, Chef ao comando do Midori, no Penha Longa Resort, em Sintra, um restaurante também ele detentor do galardão.

Confirmam ainda presença outros rostos já conhecidos do ano anterior, como os Chefs Óscar Geadas, do restaurante G, na Pousada de Bragança, e Louis Anjos, do restaurante Bon Bon, no Algarve, ambos “Estrela Michelin”.

Pelo segundo ano consecutivo, Diogo Rocha, um dos Embaixadores de Viseu e Chef do restaurante Mesa de Lemos, assina a curadoria do festival gastronómico e assume também o leme da alta cozinha no Rossio.

Agricultura e Mar Actual

O artigo foi publicado originalmente em Agricultura e Mar.

Comente este artigo
Anterior Barragens cada vez mais à mingua no Alentejo
Próximo Marcelo diz que Elisa Ferreira “tem rede de contactos e influência” que vai ser importante para Portugal

Artigos relacionados

Últimas

Batata de Portugal já pode ser exportada para o Qatar

O Ministério da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural anunciou hoje, 10 de Abril, a abertura do mercado do Qatar à exportação de batatas. […]

Nacional

Feijão seco da Nigéria tem pesticidas em excesso. UE proíbe importações por mais 3 anos

A Comissão Europeia suspendeu a importação para a União de feijão seco da Nigéria em 2015. Hoje, 24 de Julho, anunciou a prorrogação da suspensão por um período suplementar de três anos, […]

Últimas

Oferta de emprego – Engenheiro Agrónomo, Florestal ou Arquiteto Paisagista – Lisboa

A RELVA VIVA está recrutar Engenheiro/Arquiteto Paisagista para a sua equipa. A RELVA VIVA é uma empresa com Escritório na Zona de Lisboa, […]