Nove concelhos dos distritos de Faro e Santarém com risco muito elevado de incêndio

Nove concelhos dos distritos de Faro e Santarém com risco muito elevado de incêndio

Nove concelhos dos distritos de Faro e Santarém apresentam hoje um risco muito elevado de incêndio, segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

De acordo com o IPMA, estão sob este alerta os concelhos de Lagos, Silves, Monchique, Portimão, Loulé, São Brás de Alportel e Tavira no distrito de Faro, Tomar e Vila Nova da Barquinha, no distrito de Santarém.

O IPMA colocou também concelhos de Faro, Santarém, Castelo Branco, Portalegre e Beja em risco elevado de incêndio.

O risco de incêndio tem cinco níveis, que vão de reduzido a máximo, sendo os cálculos obtidos a partir da temperatura do ar, humidade relativa, velocidade do vento e quantidade de precipitação nas últimas 24 horas.

O IPMA prevê para hoje no continente céu geralmente limpo, com o vento a soprar fraco a moderado (até 30 km/h) do quadrante norte, soprando forte (35 a 45 km/h) na faixa costeira ocidental, e nas terras altas, por vezes com rajadas até 60 km/h em especial durante a tarde.

As previsões do Instituto Português do Mar e da Atmosfera apontam também para uma pequena subida da temperatura máxima.

As temperaturas máximas vão oscilar entre os 19 graus Celsius na Guarda e os 30 graus em Évora.

Comente este artigo
Anterior A estratégia agrícola e a agenda mediática: o exemplo do croquete - Rui Veríssimo Batista
Próximo Vacuno: poca oferta y mucha demanda

Artigos relacionados

Últimas

La oferta presiona a la baja los precios del porcino de capa blanca


Otra semana más con bajadas en el porcino de capa blanca. El aumento de la oferta, tanto en peso como en número de animales, […]

Comunicados

OMV assinala Dia Mundial da Medicina Veterinária

A Ordem dos Médicos Veterinários (OMV) vai assinalar o Dia Mundial da Medicina Veterinária que se celebra no sábado, a 24 de abril, com a divulgação de um vídeo que reflete a atividade […]

Nacional

Conselho Nacional. Propostas de alteração da lei da caça nas próximas três semanas

Os participantes no Conselho Nacional da Caça e da Conservação da Fauna vão apresentar num prazo de três semanas sugestões de alteração da lei em vigor, após o que o Governo apresentará propostas. […]