Nova imagem da Quinta da Alorna alia tradição à modernidade

Nova imagem da Quinta da Alorna alia tradição à modernidade

A marca de vinhos da Região Tejo ‘Quinta da Alorna’ apresentou hoje uma nova imagem e uma nova estratégia de ‘marketing’ destinadas a reforçar a sua identidade no mercado.

Em comunicado, a marca adianta que, para além do ‘rebranding’, terá um novo ‘site’, um novo filme institucional e uma nova abordagem nas redes sociais sob a nova assinatura “Quinta da Alorna. Tanto por descobrir”.

A tradição aliada à modernidade é a inspiração para a nova imagem – assinada pelo Atelier Rita Rivotti – da Quinta da Alorna, que conta com quase 300 anos de história e que está há cinco gerações com a família Lopo de Carvalho.

“Este é o início de um processo de reafirmação da marca no mercado. Com esta renovação, a Quinta da Alorna entra num novo ciclo assente numa forte estratégia de desenvolvimento da área de vinhos. Ambicionamos ser marca líder de mercado e reforçar o reconhecimento nacional e internacional da marca”, afirma Pedro Lufinha, diretor geral, citado no comunicado.

Comente este artigo
Anterior Mais de dois anos depois de ser varrido pelo Leslie, Choupal vai ser reabilitado
Próximo Milhares de árvores do Marão à espera de serem apadrinhadas por avós e netos

Artigos relacionados

Últimas

Segurança e nutrição animal, e sustentabilidade serão os pilares do setor no futuro

No ano em que a IACA comemora 50 anos, fomos falar com o presidente da associação sobre os desafios e constrangimentos da indústria da alimentação animal, […]

Últimas

Mais de 500 crianças vão comemorar o Dia Mundial da Árvore e da Floresta em Moimenta da Beira

Facebook
Twitter
Google+
Pinterest
WhatsApp


Amanhã, 21 de março, celebra-se à escala planetária o Dia Mundial da Árvore e da Floresta. […]

Últimas

CIM do Tâmega e Sousa quer constituir-se como bio-região

A Comunidade Intermunicipal do Tâmega e Sousa (CIM do Tâmega e Sousa) está a trabalhar no sentido de tornar este território numa bio-região e a criar condições para a sua integração na Rede Internacional de Bio-regiões, […]