Nova fábrica de queijos de última geração na Espanha

Nova fábrica de queijos de última geração na Espanha

A Ornua abriu recentemente uma nova unidade de produção de queijos de última geração, um investimento de 30 milhões de euros, em Ávila, Espanha, no local da antiga fábrica de queijos que foi destruída por um incêndio há dois anos.

O novo local de produção, de 35.000 t de mozarela e queijo de pizza, “melhora muito” a capacidade de produção de queijo de pizza da Ornua. Há planos para aumentar a capacidade da instalação para de 70.000 t.

A abertura destas instalações coincide com a criação da Ornua Ingredients Europe, aliando os negócios de ingredientes espanhóis e britânicos da empresa.

A nova instalação empregará cerca de 120 pessoas e inclui uma atualização da tecnologia de processamento. A Ornua refere que as instalações de Ávila “desempenharão um papel importante” na estratégia de crescimento da empresa.

Entre as características da unidade de transformação, está um “Centro de Excelência” de pesquisa e desenvolvimento (P&D), “dedicado ao desenvolvimento da próxima geração de queijos para pizza e ingredientes de queijo para o mercado global de pizza, de US $ 130 bilhões (117 milhões de euros)”.

A unidade conta também com uma unidade de congelamento rápido e um sistema de refrigeração em linha, bem como distintas tecnologias para a produção de queijos de pizza.

John Jordan, CEO da Ornua, disse na abertura da nova unidade: “A abertura das nossas novas instalações de queijos aqui em Ávila está totalmente alinhada com a estratégia de crescimento da Ornua de investir em instalações de produção estratégicas, de nível mundial”

Acrescentou: “Reforçará nossa posição como fornecedor líder de ingredientes lácteos de alta qualidade, para muitos dos principais clientes espanhóis, europeus e globais de fabrico de alimentos e serviços de alimentação. O nosso novo Centro de Excelência em P&D de Avila torna-se o 10º centro de inovação da nossa rede internacional, garantindo à Ornua capacidade de oferecer apoio aos nossos clientes na vanguarda do mercado de ingredientes lácteos, em rápida mudança ”.

Fonte: Agriland

O artigo foi publicado originalmente em Voz do Campo.

Comente este artigo
Anterior “Só se conseguem resultados com um bom acompanhamento”
Próximo Beer Party leva mais de 100 cervejas para prova em Lisboa

Artigos relacionados

Sugeridas

Investigador precisa de financiamento para alargar projecto a mais agricultores alentejanos

[Fonte: Diário do Sul] Adaptar as culturas às alterações climáticas através da não mobilização da terra e da melhoria do teor de matéria orgânica do solo com a aplicação de calcário rico em magnésio tem sido o objeto de estudo de Mário Carvalho, […]

Nacional

Reposto efectivo de ovelhas perdido nos incêndios

O Ministro da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural, Luís Capoulas Santos, entregou hoje, simbolicamente, a última de 500 ovelhas Bordaleiras da Serra da Estrela, […]

Dossiers

Verão será mais quente do que o normal. Temperaturas vão ultrapassar os 40 graus

É esperada uma vaga de calor no Sul da Europa, nos meses de junho, julho e agosto. Especialistas falam em efeitos do aquecimento global. […]