Nervir com produtores Soul Wines em Moscovo

Nervir com produtores Soul Wines em Moscovo

O Douro esteve em Moscovo com os produtores Soul Wines para promover os vinhos do Douro e Porto no mercado russo.

O mercado russo tem elevado potencial de crescimento para os vinhos do Douro e Porto e daí esta presença, por forma a levar a oferta diretamente até aos potenciais compradores e influenciadores no seu próprio mercado.

Este evento decorreu no Hotel Ritz-Carlton e foi direcionado para importadores de vinhos. Num primeiro momento decorreu a Masterclass, subordinada ao tema “Tudo sobre a região do Douro: o solo, as castas e a essência dos vinhos do Douro e do Porto. Vinhos com alma! ”, sendo oradora, Angelica Subbotina.

Após a realização da Masterclass, teve lugar a prova de vinhos, o evento principal desta missão ao Mercado Russo e que se insere no âmbito do projeto Soul Wines, promovido pela Nervir – Associação Empresarial.

A presença dos produtores Soul Wines, despertou o interesse de cerca de três centenas de visitantes profissionais, entre importadores, distribuidores, sommeliers e imprensa, que durante a tarde provaram os vinhos do Douro e Porto dos produtores que se deslocaram ao mercado russo, no âmbito desta ação da Nervir. Esta prova decorreu na sala Ball Room do hotel Ritz Carlton de Moscovo.

A prova de vinhos contou com a presença do Sr. Embaixador de Portugal em Moscovo, Paulo Vizeu Pinheiro, que visitou os produtores presentes, assim como dos técnicos da AICEP no mercado, Irina Voennova e Evgeny Andrushenko. O Correspondente da RTP em Moscovo, Evgueni Mouravitch fez a cobertura deste evento.

Estiveram presentes as empresas: Adega Cooperativa de Favaios, Adega Cooperativa de Sabrosa, Domingos Alves de Sousa, Aneto Wines, Coimbra de Mattos, D’Origem, Duvinum, Monte São Sebastião, Odisseia Wines, Quinta da Rede, Quinta das Lamelas, Quinta do Mourão, Quinta do Silval, Quinta dos Avidagos, Tirone Douro e Vale da Veiga.

Pelo interesse demonstrado pelos importadores presentes, será certo, que a curto prazo, surgirão resultados concretos desta ação, ou seja a entrada de alguns dos produtores presentes e respetivos vinhos, no mercado russo.

O artigo foi publicado originalmente em Voz do Campo.

Comente este artigo
Anterior Setor do leite quer lutar contra a "desinformação" e contrariar as "teses alarmistas e veganistas"
Próximo Freshfel apela ao incremento da promoção do consumo de hortofrutícolas frescos

Artigos relacionados

Sugeridas

Governo declara situação de alerta devido a aumento de risco de incêndio rural

Face às previsões meteorológicas para os próximos dias, que apontam para um significativo agravamento do risco de incêndio rural, os Ministros da […]

Nacional

III MBIA Talk – Como pode o conhecimento levar inovação ao terreno agrícola – 30 de Novembro 2017- Lisboa

Realiza-se, no próximo dia 30 de novembro, a partir das 9h30, no Altis Belém Hotel (Doca do Bom Sucesso), em Lisboa, […]

Nacional

Jovens Agricultores defendem “discriminação positiva” do interior

Associação dos Jovens Agricultores defende revisão da carga fiscal e dos gastos com a Segurança Social de forma a promover “discriminações […]