Não sabe o que têm em comum chá, insetos e vinho? “Pergunte pelo Bio”

Não sabe o que têm em comum chá, insetos e vinho? “Pergunte pelo Bio”

Um “chá das 5”, no dia 19 de Abril, às 17h00, na Quinta das 6 Marias, em Lagos, a observação de pragas e identificação de insetos, no dia 21 de Abril, às 10h00, na Quinta do Freixo, em Loulé, e uma plantação de vinha à moda antiga, no dia 22, às 15h00, no dia aberto na Alcagoita (Quinta do Açoeiro), em Aljezur, são as propostas algarvias da Semana Pergunte pelo Bio, a acontecer de 17 a 22 de Abril.

Este ano o tema é a “Importância da Certificação”, numa iniciativa da Agrobio, em coprodução com a Quercus.

O mote servirá, assim, para lembrar «a necessidade de garantir ao consumidor que o que ele está a adquirir no ato da compra garante as premissas do produto biológico», diz a Agrobio.

Não podendo o consumidor «estar presente no processo de produção, necessita de um mecanismo que salvaguarde que o produto é de facto biológico. Quem compra bio é muitas vezes movido por uma vontade altruísta e precisa de comprovativos de que esses ensejos são correspondidos», acrescenta.

A Semana Pergunte pelo Bio pretende então divulgar o consumo sustentável não só na área das hortofrutícolas e produtos de origem animal como também nos outros consumíveis de matérias primas biológicas como a roupa e a cosmética.

«A ideia é que tanto consumidores como comerciantes pensem mais nos produtos biológicos, sendo a agricultura biológica, a única inteiramente sustentável. A mecânica da iniciativa tem como base a parceria com diferentes municípios, pontos de venda, certificadoras e associações, que se envolvem de forma ativa na divulgação do bio», considera a Agrobio.

Nos diferentes pontos do país por onde passa esta iniciativa serão projetados filmes do festival Cine Eco de Seia, um dos parceiros da iniciativa.

A inscrição para a atividade de Aljezur, que é gratuita, pode ser feita ligando para o 915750437 ou enviando um e-mail para [email protected]

Para mais informações clique aqui.

Comente este artigo
Anterior Sapec agro apoia “horta solidária” pelo sexto ano consecutivo
Próximo Plantar eucalipto pode dar multas até 37 mil euros

Artigos relacionados

Últimas

Organização Mundial dos Citrinos dá os primeiros passos

A Organização Mundial dos Citrinos (World Citrus Organization – WCO), lançada oficialmente no fim de Outubro, na Fruit Attraction 2019, participou a 13 de Novembro na primeira reunião do comité […]

Últimas

AU-EU agrifood platform: reinforcing the link between the EU and African private sectors

Ahead of its official launch, introductory talks on the African Union-European Union agri-food platform will be held on 25 June 2020 during an online event organised by the European Commission, […]

Eventos

Caminhos de Adaptação de Espécies Agrícolas às Alterações Climáticas – 22 de julho

Tem lugar a 22 de Julho, a partir das 11h00, no formato webinar, um focus group do projecto CAEA-AGRI, subordinado ao tema “Caminhos de […]