Na nova Comissão, Portugal deve escolher a pasta da Agricultura

Na nova Comissão, Portugal deve escolher a pasta da Agricultura

É o momento de reafirmarmos a importância que a Agricultura tem numa Europa que soube, através de uma verdadeira política comum, garantir comida para todos e a preços baixos. Nem sempre assim foi.

Agora que é conhecida a Presidente da Comissão Europeia para os próximos cinco anos, a Sra. Ursula von der Leyen, ministra da defesa alemã, é altura de percebermos qual a pasta que Portugal deve escolher e exigir face ao futuro próximo que temos por diante.

Conhecendo a influência dos países maiores como a França, Alemanha, Espanha, e mais recentemente a Polónia e também outros países mais a leste, as pastas mais emblemáticas estarão já asseguradas ou comprometidas. A agricultura, contudo, sendo uma pasta da maior relevância para a União, é habitualmente atribuída a um país pequeno: o actual comissário é da Irlanda, o anterior da Áustria.

Também a geografia e os interesses geoestratégicos têm peso nestas escolhas e o facto é que nunca houve um país do Sul a assumir esta pasta. Ora, se há ocasião em que a agricultura terá destaque e pragmatismo na condução política da UE, é agora.

Continue a ler este artigo no Observador.

Comente este artigo
Anterior Legislatura: Estivadores e agricultores protestaram e motoristas puseram (e põem) país em alerta
Próximo Vinhos do Alentejo voltam a ser distinguidos pela Sustentabilidade

Artigos relacionados

Dossiers

Oferta de emprego – Engenheiro Zootécnico – Leiria

Procuramos um Técnico(a)/Engenheiro(a) para a área da Suinicultura na Zona de Leiria, Bidoeira de Cima […]

Últimas

Professora Laurentina Pedroso vai ser a Provedora do Animal no Ministério do Ambiente

Laurentina Pedroso, professora e antiga bastonária da Ordem dos Médicos Veterinários, será a Provedora do Animal, um cargo a criar quando a área dos animais de companhia passar para o […]

Últimas

AHSA fala em perdas de milhões de euros com medidas decretadas para o concelho de Odemira

Leia o comunicado enviado pela Associação dos Horticultores, Fruticultores e Floricultores dos Concelhos de Odemira e Aljezur: […]