Morreu João Macedo, português e líder de um dos maiores projetos agroindustriais angolanos

Morreu João Macedo, português e líder de um dos maiores projetos agroindustriais angolanos

O empresário português João Macedo, sócio e administrador da Novagrolider, um dos maiores projetos agroindustriais em Angola, morreu hoje em Lisboa, vítima de um acidente de viação.

A informação foi divulgada pelo Conselho Económico e Social, organização criada pelo Presidente angolano, João Lourenço, e que João Macedo integrava.

“Neste momento de dor e luto, a coordenação do Conselho Económico e Social (CES), o coletivo dos seus membros conselheiros e o secretariado executivo, curvam-se perante a memória deste insigne filho da pátria, destacado conselheiro do Conselho Económico e Social, tão grande impulsionador do desenvolvimento agropecuário no nosso país e lutador da classe empresarial angolana”, lê-se numa nota.

O CES, no mesmo comunicado, endereça “solidariedade à família enlutada, sentimentos de pesar à esposa e filhos, bem como ao coletivo de angolanos que em vida conviveram e foram inspirados pelo legado do malogrado”.

O empresário, impulsionador da produção de banana na província angolana do Bengo, viu novamente reconhecido o seu trabalho à frente da Novagrolider, com a visita do Presidente angolano, no mês passado, à fazenda deste grupo empresarial que produz 75 mil toneladas de banana por ano e emprega 1.100 trabalhadores angolanos, exportando para Portugal, Marrocos e África do Sul.

João Macedo, oriundo de Alcobaça, instalou-se em Angola acompanhado do irmão, José Macedo, tendo criado desde então um grupo que atua sobretudo no setor agrícola possuindo duas unidades de produção, a Fazenda Bumba Longa (Cuanza Sul) e a Fazenda do Caxito (Bengo).

No conjunto, os 4.500 hectares de plantio produzem em média, por ano, 60.000 toneladas de frutícolas e hortícolas que se destinam a abastecer o mercado angolano.

A GrupoLider conta ainda com dois polos industriais para transformação dos produtos agrícolas, um em Catete e outro no Caxito, tendo também investimentos na agropecuária e piscicultura.

Segundo José Macedo, o grupo investiu 221 milhões de dólares (186 milhões de euros) nos últimos sete anos em quatro fazendas agrícolas da Novagrolider, no país.

O valor foi investido em fazendas agrícolas, de pecuária e piscicultura, localizadas no Bom Jesus, com 200 hectares, Caxito (500 hectares), Quibala (8.500 hectares) e Porto Amboim (10.000 hectares).

Em 2017, os investimentos ultrapassaram os 50 milhões de dólares (42 milhões de euros), representando um aumento de 600% em relação a 2013.

O volume da exportação em 2020 registou um aumento, ao cifrar-se em 7.300 toneladas de produtos diversos, com destaque para banana, manga, papaia, pitaia, abacaxi, limão, maracujá, melão e meloa, atingindo um volume de negócios de mais de mil milhões de kwanzas.

Comente este artigo
Anterior Alargadas candidaturas para Academia do Centro de Frutologia Compal 2021
Próximo Prejuízos causados por javalis nas plantações de milho atingem um milhão de euros

Artigos relacionados

Últimas

ELO organiza webinar sobre metas de recuperação da natureza da UE: ponto da situação e próximas etapas – 13 de abril

A European Landowners ‘Organisation (ELO) e a European Federation for Hunting and Conservation (FACE) promovem já no próximo dia 13 de abril, pelas 15 horas, o evento “Metas de […]

Dossiers

Oferta de emprego – Assistente Técnico Comercial – Engenheiro Agrónomo ou Zootécnico – Barcelos, Famalicão e Santo Tirso

A TIMAC Agro é uma empresa francesa especializada em nutrição animal e vegetal de alta tecnologia, presente no mercado português desde 1994 […]

Comunicados

Syngenta apresenta inovação e sustentabilidade na cultura do milho em pivot demonstrativo na Agroglobal

Syngenta prepara pivot demonstrativo de milho nos campos da Agroglobal, em Valada do Ribatejo, com tecnologias inovadoras e sustentáveis para a cultura, em parceria com as empresas Alltech, […]