Ministro da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural lança apelo a pastores

Ministro da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural lança apelo a pastores

[Fonte: MAFDR] Tendo em conta que as previsões meteorológicas apontam para uma situação de agravamento do risco incêndio nos próximos dias e que a realização de queimadas é o meio mais utilizado para promover a renovação das pastagens por parte dos pastores e dos criadores de gado, o Ministro da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural lança um apelo muito especial a estes cidadãos para que observem escrupulosamente as normas que vigoram durante o período crítico, no âmbito do Sistema Nacional de Defesa contra Incêndios (SDFCI), entre 01 de julho e 30 de setembro, durante o qual são proibidas as queimadas extensivas.

Para apoiar os pastores e os criadores de gado na realização das queimadas, logo que esteja ultrapassado o período critico e as condições meteorológicas o permitam, o Governo está a preparar um programa específico, que será oportunamente apresentado. A violação das normas em vigor durante o período crítico constitui contraordenação, cuja coima pode ir de 140 a 5 000 euros, para pessoas singulares, e de 800 até 60 000 euros para pessoas coletivas. Caso origine um incêndio, o autor pode incorrer em crime de incêndio florestal (Lei n.º 56/2011, de 15 de novembro).

Comente este artigo
Anterior Calagem e gessagem de solos ácidos garantem maior produtividade para pastagens e grãos
Próximo Serviços de consultoria a atividades agrícolas e silvícolas pagam IVA de 23%

Artigos relacionados

Comunicados

A NEW US FARM BILL IN SHARP CONTRAST WITH THE NEW CAP PROPOSALS

The US Congress adopted a new 5-year Farm Bill that enhances the commodity programs and crop insurance tools previously available to US farmers, […]

Notícias fitofarmacêuticos

ANIPLA: Relatório DGAV – Produtos Agrícolas Portugueses em segurança

O mais recente relatório de Controlo de Pesticidas em Portugal, elaborado pela Direcção-Geral de Alimentação e Veterinária, confirmou a que 98,3% das amostras analisadas não apresentavam resíduos ou apresentavam em quantidades inferiores aos Limites Máximas de Resíduos (LMR) definidos por lei.

Sugeridas

Florestas.pt adere ao Agroportal com nova página dossier “Florestas”

A plataforma Florestas.pt é parceiro do Agroportal. O RAIZ – Instituto de Investigação da Floresta e do Papel e a The Navigator Company lançaram […]