Menos dois incendiários detidos este ano em relação a 2020

Menos dois incendiários detidos este ano em relação a 2020

GNR deteve 246 pessoas por suspeitas de fogo posto nos últimos três anos. 2018 foi o ano com maior número de detenções

Este ano, a Guarda Nacional Republicana (GNR) deteve 34 suspeitos de terem ateado incêndios florestais. São menos dois do que em relação ao mesmo período do ano de 2020 (entre 1 de janeiro e 15 de agosto).

Ao Expresso, a Guarda revela que entre 1 de janeiro de 2018 e 15 de agosto deste ano realizou 246 detenções por este tipo de crime.

2018 foi de longe o ano com maior número de incendiários detidos: 102. […]

Continue a ler este artigo no Expresso.

Comente este artigo
Anterior Incêndios: Fogo em Odemira combatido por quase 180 operacionais e 11 meios aéreos
Próximo Incêndios/Algarve: Câmara de Castro Marim vai dar apoio aos mais atingidos

Artigos relacionados

Últimas

“Criou-se a ideia de que a agricultura biológica é uma coisa fantástica para o Ambiente. Esta opção cega vai dar mau resultado”

O agricultor João Coimbra lembra que a agricultura biológica usa e abusa de produtos como cobre e enxofre, e que além disso precisa de mais área para produzir a mesma quantidade de […]

Nacional

PSD quer saber se Governo vai reparar helicópteros Kamov

Numa pergunta dirigida ao ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, os parlamentares sociais-democratas lembram que da frota de meios aéreos do Estado fazem parte os helicópteros Kamov, […]

Eventos

Webinar: the future of food e-commerce: How the food e-commerce and food delivery is going to change after the COVID-19 outbreak? – 20 de maio

How food e-commerce and food delivery are going to change after the COVID-19 outbreak. A talk with food lawyers from Germany, Italy, The […]