Marcelo diz que “banca deve ao país”e chama banqueiros à presidência

Marcelo diz que “banca deve ao país”e chama banqueiros à presidência

Marcelo Rebelo de Sousa disse hoje que os bancos têm agora “uma ocasião para retribuir” aquilo que “cada português contribuiu” para o setor nos últimos anos. “A banca deve ao país um contributo muito grande”, afirmou o presidente da República, no âmbito de uma visita a Vila Franca de Xira. Em relação às linhas de crédito criadas para ajudar as empresas nesta altura difícil em que estão sem atividade por causa da pandemia, Marcelo pediu aos bancos: “Agilizem, facilitem, ajudem”.

Reconhecendo apesar de tudo que “é muito popular bater na banca”, o presidente tem encontro marcado com os banqueiros esta segunda-feira, por videoconferência.

O presidente da república falou também do setor agrícola, chamando a atenção para a sobreprodução em vários setores, e que “é preciso que a Europa ajude e Portugal ajude”. E falou do exemplo dos produtores de carne de cabrito: “É espantoso como, com as redes sociais, a produção de carne de cabrito no nordeste transmontano foi escoada”.

Marcelo referiu também dificuldades no setor dos queijos e do leite, a disse que era preciso “dar uma palavra de ânimo àqueles que na agricultura estão a trabalhar, que foi o que eu quis dar hoje”.

Comente este artigo

O artigo foi publicado originalmente em Dinheiro Vivo.

Anterior Covid-19: Plataforma apoia produtores e comerciantes de Coimbra
Próximo Agricultura pós-covid – Portas que se fecham e janelas que se abrem

Artigos relacionados

Nacional

Já há data. Mercadona inaugura 1.º supermercado em 2 de julho em Gaia

[Fonte: Notícias ao minuto]
A Mercadona, maior cadeia espanhola de supermercados, vai inaugurar em 2 de julho em Canidelo, […]

Internacional

César Lumbreras: La PAC, secuestrada entre “lo verde” y “la pasta”



Ya sabemos que la PAC del futuro tendrá que ser más verde. Lo ha dejado claro la Comisión Europea esta semana en la presentación de sus estrategias de la granja a la mesa y horizonte 2030. […]

Últimas

Plantações de olival e amendoal já ocupam quase 80.000 hectares do regadio de Alqueva

As culturas de olival (66.327 hectares) e amendoal (11.448 hectares) ocupavam no final de 2019 quase 75% da área inscrita para rega no […]