Mais de 200 especialistas mundiais em águas agrícolas vão reunir-se em Cabo Verde

Mais de 200 especialistas mundiais em águas agrícolas vão reunir-se em Cabo Verde

Mais de 200 especialistas em gestão de águas agrícolas de todo o mundo vão estar reunidos no primeiro Fórum Internacional sobre Escassez de Água na Agricultura que decorre na cidade da Praia, em Cabo Verde, a partir de terça-feira.

Trata-se de um evento organizado no contexto do Quadro Global para a Água na Agricultura (WASAG) sob o patrocínio do Governo de Cabo Verde, em colaboração com a Organização para a Alimentação e a Agricultura (FAO), agência especializada das Nações Unidas, o Ministério das Políticas Agrícolas, Alimentares e Florestais da Itália e o Serviço Federal de Agricultura da Suíça (FOAG).

O primeiro dia do encontro decorre na terça-feira, Dia Mundial da Água, este ano com o tema “Não deixar ninguém para trás”.

Uma nota da FAO Cabo Verde refere que a iniciativa visa “obter acordos relativamente às ações prioritárias para enfrentar a crescente pressão dos impactos das mudanças globais na escassez de água na agricultura”.

A diretora-geral adjunta da FAO, Maria Helena Semedo, disse esperar que os participantes atuem sob os compromissos assumidos durante o fórum, inspirados “pelo exemplo de Cabo Verde, que está a adotar tecnologias inovadoras de gestão da água para lidar com a seca que o país está a atravessar”.

Com foco em Cabo Verde, Pequenos Estados Insulares em Desenvolvimento e países da África Ocidental, os participantes do fórum, que termina no dia 22, irão analisar e discutir “como a escassez da água na agricultura pode ser abordada e transformada numa oportunidade para o desenvolvimento sustentável e para a segurança alimentar e nutricional”, segundo a FAO Cabo Verde.

O WASAG foi criado em 2017 pela FAO e reúne mais de 60 parceiros, incluindo governos e organizações intergovernamentais, agências da ONU, instituições académicas e de pesquisa, e organizações da sociedade civil e do setor privado de todo o mundo.

Todos estão “comprometidos em identificar e implementar respostas concretas para abordar em conjunto a escassez de água na agricultura, num mundo onde as alterações climáticas são uma preocupação”.

Fonte: Sapo.pt

Comente este artigo

O artigo foi publicado originalmente em Gazeta Rural .

Anterior Jornadas Parlamentares do PS/Açores dedicadas à sustentabilidade ambiental
Próximo EFTA realiza o 5th Fish & Cooking Aveiro Festival 20 a 23 de Março

Artigos relacionados

Últimas

Representantes de “Comissões de Agricultores Lesados por Javalis e outros Animais Selvagens”, reuniram na Sede da CNA, em Coimbra, no Domingo 27 de Outubro de 2019

CNA e Agricultores lesados mantêm as principais reclamações ao Governo e vão lançar uma “Petição” […]

Nacional

Maria do Céu Albuquerque inaugura a AgroVouga, feira agrícola de Aveiro

A ministra da Agricultura, Maria do Céu Albuquerque, vai marcar presença na inauguração da feira agrícola AgroVouga, em Aveiro, amanhã, dia 20 de Novembro. […]

Nacional

Aliança prevê que plantação de 25 milhões de árvores custe 50 milhões de euros

Aliança aposta na plantação de árvores como carvalhos, pinheiro bravo, eucalipto, castanheiros e nogueiras são alguns exemplos

Gabinete de imprensa da Aliança explica ao PÚBLICO como é […]