Machado acusa ICNF de forçar autarquias a comprar mapas

Machado acusa ICNF de forçar autarquias a comprar mapas

FOTO DB/LUÍS CARREGÃ

O Plano de Emergência contra Incêndios de Coimbra não está homologado pelo Instituto de Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF) como era suposto. Manuel Machado diz que há um desentendimento entre a autarquia e a entidade que, acusa, de querer “forçar os municípios a comprar cartografia que entende”.

O assunto foi ontem abordado na reunião do executivo municipal depois do vereador José Belo ter questionado se Coimbra tem ou não tem um plano contra fogos.

“A Câmara tem um plano municipal de emergência, incluindo no segmento florestal”, respondeu o autarca. A questão é que o documento tem o voto desfavorável do representante do ICNF, disse, explicando que em causa está a cartografia utilizada.

Informação completa na edição impressa

Comente este artigo
Anterior Opinião – Os fenómenos naturais e as suas perversões
Próximo Opinião – Ainda acerca dos últimos incêndios florestais ( 2 )

Artigos relacionados

Últimas

Oferta de estágio – Engenheiro Florestal ou Agrónomo – Oliveira de Azeméis

A Indústria Aroumadeiras, Lda, com sede em Ossela, é uma empresa florestal estável, em fase de crescimento, que lidera com base nos valores da inovação, sustentabilidade ambiental e […]

Blogs

Fito-Entrevista a Nuno Russo, Secretário de Estado da Agricultura e Desenvolvimento Rural

1. De que forma pensa o Ministério contribuir para manter e assegurar a crescente importância e visibilidade que a Agricultura Portuguesa […]

Últimas

Incêndio na zona oeste da Madeira mantém-se ativo

O incêndio na freguesia da Ponta do Pargo, concelho da Calheta, zona oeste da Madeira, continuava ativo esta quarta-feira de madrugada, […]