Machado acusa ICNF de forçar autarquias a comprar mapas

Machado acusa ICNF de forçar autarquias a comprar mapas

FOTO DB/LUÍS CARREGÃ

O Plano de Emergência contra Incêndios de Coimbra não está homologado pelo Instituto de Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF) como era suposto. Manuel Machado diz que há um desentendimento entre a autarquia e a entidade que, acusa, de querer “forçar os municípios a comprar cartografia que entende”.

O assunto foi ontem abordado na reunião do executivo municipal depois do vereador José Belo ter questionado se Coimbra tem ou não tem um plano contra fogos.

“A Câmara tem um plano municipal de emergência, incluindo no segmento florestal”, respondeu o autarca. A questão é que o documento tem o voto desfavorável do representante do ICNF, disse, explicando que em causa está a cartografia utilizada.

Informação completa na edição impressa

Comente este artigo
Anterior Opinião – Os fenómenos naturais e as suas perversões
Próximo Opinião – Ainda acerca dos últimos incêndios florestais ( 2 )

Artigos relacionados

Últimas

Savinor distinguida com o Selo Sabor do Ano 2018

A empresa, do grupo Soja de Portugal, foi reconhecida com o Selo Sabor do Ano 2018, no evento que decorreu na quinta-feira, […]

Nacional

Seca meteorológica volta a Portugal

A falta de precipitação durante o mês de janeiro agravou a seca meteorológica, sobretudo no Sul do país. De acordo com o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), […]

Últimas

UE tem 120 M€ para apoiar apicultores

A Comissão Europeia vai disponibilizar cerca de 120 milhões de euros, até 2022, para apoiar o setor da apicultura. […]