Lusoflora . Competitividade da Horticultura Ornamental

Lusoflora . Competitividade da Horticultura Ornamental

[Fonte: Voz do Campo]

A Associação Portuguesa de Produtores de Plantas e Flores Naturais (APPPFN), irá realizar a 32ª edição da Lusoflora, que terá lugar a 22 e 23 de fevereiro de 2019, no CNEMA, em Santarém.

Sob o tema “A Competitividade da Horticultura Ornamental”, o foco deste evento de referência nacional é destacar a importância de promover o setor.

A iniciativa pretende viabilizar a competitividade da horticultura ornamental no mercado global, através da inovação, investigação e desenvolvimento, da eficiência energética, da adaptação as alterações climáticas e mitigação das mesmas, assim como medidas para potencializar a sua comercialização.

A organização sublinha a “importância da urgência na informação exata de produção, garantir a melhor qualidade e não menos importante, a otimização dos recursos existentes, nomeadamente o consumo dos recursos hídricos. Como? Através da inovação e da tecnologia”.

Para além da mostra diversificada de produtos, equipamentos e serviços destinados aos profissionais do setor, a feira vai contar com um conjunto de iniciativas paralelas, como oficinas de jardinagem e decoração floral, seminários e mesas- redondas direcionados para soluções tecnológicas ao serviço dos produtores.

Para a APPPFN, esta edição “vem reforçar o trabalho desenvolvido na edição anterior, com resultados muito positivos e continuar esse caminho: SIMPLIFICAR, FACILITAR, FLEXIBILIZAR A EXPERIÊNCIA DOS EXPOSITORES E VISITANTES – ao mesmo tempo MAIS AMIGA DO AMBIENTE”.

PROGRAMA

MAIS

Comente este artigo

O artigo Lusoflora . Competitividade da Horticultura Ornamental foi publicado originalmente em Voz do Campo.

Anterior IPMA envolvido em projeto de comportamento extremo de fogo
Próximo Herdade das Servas investe na região dos Vinhos Verdes

Artigos relacionados

Cadeia Alimentar

Portal do código de boas práticas comerciais

[Fonte: GPP] Foi apresentado ao Governo no dia 6 de fevereiro pelas estruturas representativas do setor agroalimentar e da distribuição, que fazem parte da Plataforma de Acompanhamento das Relações na Cadeia Agroalimentar (PARCA), o Portal que visa operacionalizar o Código de Boas Práticas Comerciais na Cadeia de Agroalimentar (CBPC).

Nacional

Opinião – Novo sistema da UE ajudará a tornar as nossas crianças mais saudáveis


Phil Hogan, Member of the EC in charge of Agriculture and Rural Development poses for an official portrait.

Tal como muitos países europeus, Portugal tem um problema crescente de saúde social: obesidade infantil. Melhorar a saúde e o bem-estar dos nossos cidadãos mais jovens requer uma abordagem política multidisciplinar: mais programas para promover um estilo de vida saudável e ativo; […]

Últimas

Portugal reforça exportações de frutas para a China

[Fonte: Revista Frutas Legumes e Flores]

O Governo português assinou, em Lisboa, um protocolo para o reforço da cooperação com a República Popular da China, com o objectivo de harmonizar procedimentos e agilizar os processos de internacionalização.
Depois de ter aberto o mercado da China para a carne de suíno nacional, […]