Lucro da Sonae Indústria cai mais de 87% para 2,4 milhões

Lucro da Sonae Indústria cai mais de 87% para 2,4 milhões

A Sonae Indústria registou 2,4 milhões de euros de lucro no primeiro semestre, valor que compara com os 18,9 milhões de euros totalizados em igual período do ano anterior, foi hoje comunicado.

“A Sonae Indústria registou, no primeiro semestre deste ano, um resultado líquido consolidado de 2,4 milhões de euros, valor que representa uma redução significativa face aos 18,9 milhões de euros registados no período homólogo de 2018”, indicou, em comunicado, a empresa liderada por Paulo Azevedo.

Face a este resultado, a Sonae Indústria ressalvou que, no período de referência, “foram reconhecidos proveitos relativos às compensações de seguro resultantes dos incêndios florestais que afetaram as fábricas da Sonae Arauco em Portugal em outubro de 2017”.

Nos primeiros seis meses do ano, o volume de negócios consolidado atingiu cerca de 116,4 milhões de euros, uma subida homóloga de 4,1%, justificada, sobretudo, pelo “aumento dos preços médios de venda na América do Norte e a variação cambial positiva do dólar canadiano”.

Por sua vez, entre janeiro e junho, o resultado antes de impostos, juros, amortizações e depreciações (EBITDA) da empresa nortenha totalizou 12,5 milhões de euros, o equivalente a uma descida de 1,3 milhões de euros em comparação o mesmo semestre de 2018.

Já o valor de custos fixos representou 17% do volume de negócios, “em linha com o valor registado no período homólogo de 2018”.

Neste período, os encargos financeiros foram de cerca de 5,7 milhões de euros, também em linha com o registado no primeiro semestre de 2018.

No final de junho, o valor dos capitais próprios situava-se em cerca de 141,1 milhões de euros, o que representa uma progressão de 1,3 milhões de euros face a março, devido ao “impacto positivo” dos resultados líquidos do trimestre.

A dívida líquida, por seu turno, era de 204,7 milhões de euros no final de junho, menos, sensivelmente, 0,9 milhões de euros face a março de 2019 ou uma redução de três milhões de euros em comparação a junho.

Fundada em 1959, a Sonae Indústria, que integra o grupo Sonae, dedica-se à produção de painéis derivados de madeira.

Continue a ler este artigo no Dinheiro Vivo.

Comente este artigo
Anterior Rui Rio afirma que houve descoordenação no combate em Vila de Rei, Mação e Sertã
Próximo Temperaturas vão chegar aos 40º. Protecção civil alerta para risco de incêndios rurais

Artigos relacionados

Últimas

Os dez pilares do Pacto Ecológico Europeu

O Pacto Ecológico Europeu apresentado ontem pela presidente da Comissão Europeia, Ursula van der Leyen, é um conjunto de iniciativas que serão apresentadas e postas em prática durante os próximos anos. […]

Nacional

Onde a perdiz é rainha há um mundo de biodiversidade que a caça ajuda a criar

Perdizes e perdigotos, lebres e coelhos, em estado natural, com comida farta e água. Aqui se criam populações crescentes e ricos ecossistemas que até já atraíram famílias de linces ibéricos […]

Últimas

DRAPCentro lança Caderno Temático “A Produção de Cereja na Cova da Beira”

Foi editado o 1º número da série de Cadernos Temáticos DRAPCentro. Da autoria de Fernando Delgado, o número de estreia desta publicação é dedicado à produção de Cereja na […]