Live: Plano de Recuperação e Resiliência: Que futuro para a floresta multifuncional e de uso múltiplo?

Para assinalar o Dia Internacional da Floresta e da Árvore (21 de Março), a CNA promove um debate online, na segunda-feira dia 22 de Março, às 15h00, para discutir a nossa Floresta.

O Plano de Recuperação e Resiliência, recentemente apresentando, prevê um investimento significativo na Floresta. Mas como pode e deve ser aplicado esse investimento sem esquecer os pequenos e médios proprietários e produtores florestais e o Mundo Rural? De que forma contribuirá para a valorização dos baldios e da floresta multifuncional e de uso múltiplo? Como pode, e deve, promover a melhoria do rendimento dos pequenos e médios produtores, factor estruturante do bom ordenamento florestal e da fixação da população nos territórios rurais? Como é que a gestão comunitária, pelos baldios, é considerada nesta reforma?

São estas e outras questões que vamos debater. Participe e coloque também as suas questões.

O debate terá como oradores Francisco Rego (professor no ISA), Agostinho Lopes (ex-deputado), Isménio de Oliveira (CNA) e Hugo Lobo (produtor florestal). A moderação fica a cargo de Armando Carvalho, da BALADI – Federação Nacional dos Baldios.

Comente este artigo
Anterior Estudo: Acesso a pastos pode melhorar bem-estar das vacas leiteiras
Próximo Futuro mais seco obriga governos ibéricos a colaborar melhor na gestão de água - relatório

Artigos relacionados

Últimas

Oferta de emprego – Técnico do Meio Ambiente – Engenheiro Agrónomo ou Florestal – Lisboa

Capital Energy es una compañía española que, nacida hace ya casi 20 años, se dedicó inicialmente a la promoción de energía eólica […]

Nacional

Incêndios. 53 municípios sem plano de defesa da floresta em vigor

Segundo o documento de balanço datado de 30 de junho e publicado no ‘site’ daquele instituto, e a informação disponibilizada pela aplicação infoPMDFCI, […]

Últimas

Recuperação de muros no Douro teve apoio de 20 milhões

Vitivinicultores do Douro alertam que cerca de “mil projetos” de recuperação dos tradicionais muros de xisto foram chumbados pelo PDR2020. Ministério garante que deu apoio de 20 milhões em 2016. […]