José Graziano da Silva: “Comemos tanta porcaria, porque não escorpião?”

José Graziano da Silva: “Comemos tanta porcaria, porque não escorpião?”

[Fonte: Público]

Em fim de mandato, o director-geral da FAO deixa um legado de optimismo e angústia: há cada vez mais fome, mas é simples erradicá-la. Essa é a parte boa. A má é o aumento de obesos. Já são mais do que os famintos.

Após oito anos como director-geral da Organização para a Alimentação e Agricultura (FAO), uma agência especializada das Nações Unidas, José Graziano da Silva acaba esta semana os seus dois mandatos (2012-19) com más notícias: não só a fome está a aumentar, como já há mais obesos do que famintos. A guerra conta-se com dois números: 830 milhões versus 820 milhões.

“A obesidade é mais difícil de combater porque está em todo o lugar. Pior: é fruto do nosso sistema alimentar”
RUI GAUDÊNCIO/PÚBLICO
Comente este artigo

O artigo José Graziano da Silva: “Comemos tanta porcaria, porque não escorpião?” foi publicado originalmente em Público.

Anterior Ambientalistas e associações de Setúbal pedem à tutela que proteja o Sado e a Arrábida
Próximo El equilibrio entre la oferta y la demanda mantiene los precios del aceite de oliva sin apenas cambios

Artigos relacionados

Últimas

Foi assim que aconteceu. Diário de uma viagem aos bastidores do Parlamento Europeu

[Fonte: SAPO 24]

O nome de Ursula von der Leyen, a alemã que os chefes de Estado e de governo indicaram para a presidência da Comissão Europeia, […]

Últimas

Incêndios: Helicóptero acidentado “já foi substituído por outro”

[Fonte: SAPO 24]

“O helicóptero sofreu danos materiais significativos e já foi substituído por outro meio aéreo da mesma tipologia a operar a partir do CMA da Lousã, […]

Últimas

Investimento de 50 milhões de euros vai criar mais 183 postos de trabalho em Almeirim

[Fonte: Gazeta Rural]

Uma unidade de transformação de cenouras pequenas para exportação vai instalar-se em Almeirim, […]