Joaquim Cabeça: desafios para a alimentação e agricultura mundiais

Joaquim Cabeça: desafios para a alimentação e agricultura mundiais

[Fonte: Anipla]

A percepção sobre os desafios para a alimentação e agricultura mundiais, dentro e fora do sector.

Portugal é, no espaço europeu, o país que apresenta maior consumo per capita de arroz.

Esta semana falámos com Joaquim Cabeça, da Associação de Orizicultores de Portugal (AOP), Diretor de Serviços da Benagro e Diretor do Centro Operativo e Tecnológico do Arroz (CotArroz). Alentejano convicto, Joaquim Cabeça trabalhou desde sempre ao serviço da agricultura em Portugal.

Preocupado com a inibição da utilização dos produtos fitofarmacêuticos, o secretário da AOP constata “Não temos nenhum outro tipo de soluções”.

Perante este cenário, Joaquim Cabeça foi firme ao partilhar que “Se não houver possibilidade da utilização de produtos fitofarmacêuticos não é possível produzir arroz, e isso é uma certeza clara que a associação tem neste momento”.

Assista à entrevista aqui.

 

Comente este artigo
Anterior EU agriculture policy diary: the week ahead (June 12-16)
Próximo EU ready to start ‘difficult’ Brexit talks after UK election result

Artigos relacionados

Sugeridas

Reunião para a revisão do Plano de Acção Nacional para o Uso Sustentável dos Produtos Fitofarmacêuticos

Teve lugar no dia 9 de Maio, na Direcção-Geral de Alimentação e Veterinária, em Oeiras, a segunda reunião para a revisão do Plano de Acção Nacional para o Uso Sustentável dos Produtos Fitofarmacêuticos [PANUSPF]. Nesta reunião, onde se sentam à mesa as diversas entidades oficiais e particulares […]

Comunicados

A2S aprova 80 projetos de investimento e atribui 2 milhões de euros a fundo perdido na região saloia

A A2S – Associação para o Desenvolvimento Sustentável da Região Saloia, reconhecida pelo Portugal 2020 para a gestão dos fundos europeus estruturais e de investimento (FEADER, FEAMP, FEDER e FSE) com intervenção em Loures, Mafra, Sintra e Cascais, recebeu até ao momento um total de 143 candidaturas aos diferentes programas.

Sugeridas

Pedido único 2017

[Fonte: IFAP]
A partir do dia 1 de junho e até ao dia 26 junho é possível a apresentação tardia do pedido de ajuda, com penalização regulamentar de 1% por cada dia útil, acrescida, no caso do pedido de atribuição de direitos à reserva para pagamento RPB, […]