Javalis destroem plantações de milho e prejuízo já supera o milhão de euros

Javalis destroem plantações de milho e prejuízo já supera o milhão de euros

Enquanto a destruição avança entre milhares de hectares de milho à passagem dos javalis os produtores deitam contas à vida, perante um ano que até prometia ser de rendimento generoso.

Os prejuízos provocados pelos javalis na destruição de plantações de milho e sorgo já ultrapassam o milhão de euros em Portugal e é provável que subam ao milhão e meio. Os números foram apurados no inquérito promovido pela associação dos produtores do setor, que fala de um total descontrolo da espécie.

Enquanto a destruição avança entre milhares de hectares de milho à passagem dos javalis os produtores deitam contas à vida, perante um ano que até prometia ser de rendimento generoso. “O produto final, por via dos preços internacionais, vai estar bastante mais elevado e seria uma forma dos produtores compensarem o que foram anos muito penalizadores em termos de preço”, começa […]

Continue a ler este artigo na TSF.

Comente este artigo
Anterior Lançamento do empreendimento hidráulico de fins múltiplos do Crato acontece amanhã
Próximo Agricultura açoriana pode contribuir para neutralidade carbónica - Governo Regional

Artigos relacionados

Nacional

Pouca alimentação saudável e muitos alimentos processados. A explicação para a obesidade e a subnutrição é, muitas vezes, a mesma

“De 1975 até hoje a obesidade triplicou. Hoje um em cada quatro adultos vive com obesidade, numa região onde a fome voltou a crescer e afeta 42,5 milhões de pessoas”, […]

Últimas

Incêndios: Termina hoje prazo para municípios substituírem proprietários na limpeza de terrenos

O prazo para os municípios assegurarem a limpeza de terrenos em substituição aos proprietários termina hoje, inclusive nas 23.852 situações […]

Últimas

Incêndios: Eduardo Cabrita diz que o desafio está na “transformação da floresta”

O ministro da Administração Interna afirmou hoje que o grande desafio relacionado com os incêndios está no trabalho de transformação e gestão da floresta. […]