Investigadora nacional distinguida por ter a melhor tese de temas agrícolas da Península Ibérica

Investigadora nacional distinguida por ter a melhor tese de temas agrícolas da Península Ibérica

[Fonte: Vida Rural]

A investigadora portuguesa Carla Sofia Santos, da Escola Superior de Biotecnologia da Universidade Católica do Porto, foi distinguida por ter a melhor tese de doutoramento em temas agrícolas da Península Ibérica. A distinção é da Fertiberia, que atribui anualmente o prémio Accésit 2018, galardão distingue a melhor tese na área da agricultura e fertilização.

A portuguesa desenvolveu o doutoramento na área da Biotecnologia, com especialidade em Ciências Ambientais e Engenharia, e explica que nesta investigação “foram estudados os mecanismos moleculares, fisiológicos e bioquímicos associados à absorção e transporte de ferro em plantas com carência de ferro, por forma a identificar e desenvolver marcadores com potencial a serem utilizados em estratégias de biofortificação de plantas para aumentar o seu conteúdo de ferro”.

Carla Sofia Santos estudou “uma classe de quelatos de ferro nunca testada em contexto agronómico, tendo-se verificado que estes novos compostos eram mais eficazes e menos tóxicos para o ambiente quando comparados com a alternativa comercial.”

“Os compostos demonstraram possuir, igualmente, um grande potencial na correção da clorose férrica”, conclui a investigadora.

Comente este artigo

O artigo Investigadora nacional distinguida por ter a melhor tese de temas agrícolas da Península Ibérica foi publicado originalmente em Vida Rural

Anterior CAP preocupada com a execução do PDR 2020
Próximo Pêssego chega à gama natural da Frubis

Artigos relacionados

Nacional

51ª Edição da AGRO arranca a 10 de maio de 2018

A AGRO – Feira Internacional de Agricultura, Pecuária e Alimentação vai realizar-se de 10 a 13 de maio de 2018. Será a primeira feira a realizar-se no novo Parque de Exposições de Braga, que será inaugurado no segundo trimestre do próximo ano.

Nacional

Portugal 2020 tem taxa de execução de 21%. Está abaixo do QREN

Os fundos comunitários apresentam no final do ano passado uma taxa de execução de 21%, um valor que fica aquém dos 23% registados no ano homólogo do QREN, ou seja, o quadro comunitário anterior (2007-2013). Isto significa que a 31 de dezembro de 2017 havia 5,5 mil milhões de euros executados, […]

Nacional

eSpai Café abre wine bar em parceria com a Sogrape

O restaurante eSpai Café, localizado em Lisboa, conta agora com espaço totalmente dedicado à degustação de vinhos fruto de uma parceria com a Sogrape.
Numa nota enviada às redações, os responsáveis pelo espaço explicam que nesta zona será possível “provar os diversos vinhos ali presentes”, assim como “acompanhar e harmonizar com tapas feitas na hora.”
A gama de vinhos disponível inclui vários vinhos do portfólio Sogrape, […]