Infografia enviada pela Autoridade Tributária sobre limpeza da floresta

Infografia enviada pela Autoridade Tributária sobre limpeza da floresta

Limpeza de Florestas

 

Comunicação do Ministério da Administração Interna e do Ministério da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural.

Antes que seja tarde, antes que o atinja a si, limpe o mato 50 metros à volta da sua casa e 100 metros nos terrenos à volta da aldeia.

Até 15 de março é obrigatório e vital.

É obrigatório:

  • Limpar o mato e cortar árvores:
  • 50 Metros à volta das casas, armazéns, oficinas, fábricas ou estaleiros;
  • 100 Metros nos terrenos à volta das aldeias, parques de campismo, parques industriais, plataformas de logística e aterros sanitários;
    • Limpar as copas das árvores 4 metros acima do solo e mantê-las afastadas pelo menos 4 metros umas das outras;
    • Cortar todas as árvores e arbustos a menos de 5 metros das casas e impedir que os ramos cresçam sobre o telhado;

Se não o fizer até 15 de março, pode ser sujeito a processo de contraordenação. As coimas podem variar entre 140 a 5 mil euros, no caso de pessoa singular, e de 1500 a 60 mil euros, no caso de pessoas coletivas.

E este ano são a dobrar.

Até 31 de maio, as Câmaras Municipais podem substituir-se aos proprietários na limpeza do mato. Os proprietários são obrigados a permitir o acesso aos seus terrenos e a ressarcir a Câmara do valor gasto na limpeza.

É Importante:

  • Mantenha-se informado do risco de incêndio na sua área de residência
  • Verifique se o sistema de rega e mangueiras funcionam
  • Limpe telhados e coloque rede de retenção de fagulhas na chaminé
  • Mantenha afastados da casa e edificações:
  • Sobrantes da exploração agrícola ou florestal
  • Pilhas de lenha
  • Botijas de gás ou outras substâncias explosivas

É vital:

A vida da sua família e a segurança dos seus bens dependem do seu gesto.

Para mais informações ligue 808 200 520

Portugal sem fogos está nas mãos de todos.

Esta informação, não dispensa a consulta do DL n.º 124/2006, de 28 de Junho, na sua redação atual.

Comente este artigo
Anterior Seguro de Colheitas no Olival - Rita Braz Frade
Próximo Exportadores agro-alimentares temem falta de água

Artigos relacionados

Últimas

No Crédito Agrícola há dias com muita sorte

[Fonte: Gazeta Rural]

No Crédito Agrícola há dias com muita sorte
O Crédito Agrícola volta a assinalar no dia 1 de Março o DIA DO CA onde além do sorteio de um automóvel eléctrico vão ser implementadas diversas acções de celebração ao longo de todo o país. […]

Últimas

Workshops sobre Figo e Figueira da Índia

[Fonte: Voz do Campo]

No próximo dia 16 junho, a Confraria Gastronómica do Figo e da Figueira da Índia vai realizar dois workshop’s “APANHA & MATURAÇÃO”; “CONSERVAÇÃO & ESCOAMENTO”
Os workshop’s são enquadrados nos projetos “Provere Recursos Silvestres”, dos quais é […]

Últimas

A culpa mudou Pedrógão

[Fonte: Expresso]
Pedrógão está lindo. Repleto de verde, agressivos eucaliptos, vegetação rasteira, flores roxas e amarelas. Passados dois anos do incêndio que vitimou 66 pessoas, o concelho está em ponto de rebuçado, pronto a arder de novo, mas o fogo que alastra em Pedrógão é […]