Indústria agroalimentar alerta Governo para as consequências da greve dos transportadores

Indústria agroalimentar alerta Governo para as consequências da greve dos transportadores

[Fonte: FIPA] Indústria agroalimentar alerta Governo para as consequências que a anunciada greve dos transportadores terá no normal abastecimento de matérias-primas e de produtos alimentares e apela à prioridade dos serviços mínimos para este setor

A FIPA – Federação das Indústrias Portuguesas Agro-Alimentares transmitiu ao Governo a sua enorme preocupação perante o pré-aviso de greve dos motoristas de mercadorias e dos motoristas de matérias perigosas, alertando para as consequências económicas e sociais que esta pode ter. Nesse sentido, apelou à atribuição de prioridade a este setor no que respeita aos serviços mínimos.

Caso a greve avance, é provável que num curto espaço de tempo se registem roturas na cadeia de abastecimento alimentar, seja nas entregas dos produtos alimentares e bebidas aos distribuidores seja na receção das matérias-primas agrícolas e agropecuárias.

De acordo com o Presidente da Federação, Jorge Tomás Henriques, “os nossos associados manifestaram já a preocupação em torno da possível perda de enormes volumes de matéria-prima já contratada nas explorações, como é o caso do leite (com prazos muito limitados da recolha e tratamento) e dos hortofrutícolas, bem como da falta de alimentação para os animais nas explorações pecuárias, comprometendo o bem-estar animal e consequente morte dos mesmos”.

Antecipa ainda, no cenário mais gravoso, “uma paralisação generalizada do abastecimento de bens alimentares, tais como farinha para panificação, ou das descargas de barcos para as refinarias e para as moagens, com congestionamento dos portos”.

Nesse sentido, perante a gravidade que a situação pode assumir, a FIPA apela ao bom-senso de todas as partes para evitar as consequências que esta greve anunciada terá no normal abastecimento alimentar da população.

Comente este artigo
Anterior A antecipação das ajudas provenientes da União Europeia aos agricultores deve ser feita em outubro
Próximo Co-shaping the digital (r)evolution in Agro-Food and Forestry

Artigos relacionados

Comunicados

Publications – Presentations : Measures against market imbalance – Committee on Agriculture and Rural Development

On 28 November 2016, Aurélie Trouvé, Professor at AgroParis Tech presented and discussed with Members the findings of a “Study of measures against market imbalance: What perspectives after milk quotas in the European dairy sector?”. This study compares the situation of the dairy market in several EU Member States (Germany, […]

Sugeridas

Governo prevê para este ano 160 milhões de euros para prevenção

[Fonte: Açoriano Oriental]
O ministro da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural disse, esta quinta-feira, no parlamento que estão previstos para este ano 160 milhões de euros para a prevenção dos incêndios florestais.

“Temos um conjunto de metas ambiciosíssimas e o esforço financeiro é enorme. […]

Comunicados

Investigadores avaliam os efeitos de pesticidas agrícolas nos organismos marinhos

Um estudo realizado entre 2011 e 2016 revelou que a aplicação do fungicida agrícola mais utilizado no mundo – azoxistrobina – apresenta risco para os organismos aquáticos.
Financiada pela Fundação para a Ciência e Tecnologia (FCT), a investigação foi liderada por Elsa Teresa Rodrigues, do Centro de Ecologia Funcional da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra (FCTUC), […]