Indicadores a respeitar na Condicionalidade de 2019

Indicadores a respeitar na Condicionalidade de 2019

[Fonte: Revista Frutas Legumes e Flores]

Foi publicado  a 18 de Janeiro, o Despacho Normativo nº 1/2019, do Gabinete do Ministro da Agricultura, que vem estabelecer os indicadores a respeitar na Condicionalidade no ano de 2019, nomeadamente os requisitos legais de gestão (RLG) e as boas condições agrícolas e ambientais (BCAA).

Sem prejuízo da leitura do diploma que pode ser encontrado no Diário da República n.º13, 2.ª série, 18/01/2019, a CAP destaca como principais alterações, os seguintes pontos:

  • o facto de no armazenamento de fertilizantes ter sido eliminada a referência ao espaço fechado e ter sido incluída a exigência de impermeabilização do piso;
  • as alterações introduzidas na ficha de registo de aplicação de produtos fitofarmacêuticos, tendo deixado de ser obrigatório o registo do aplicador habilitado responsável pela aplicação dos fitofármacos e tendo passado a ser obrigatório o registo do Nome e número de autorização de exercício de actividade do estabelecimento de venda onde o produto foi adquiridoVolume de calda da aplicação e Área onde foi efectuada a aplicação;
  • na norma “Parcelas em terraços”, a clarificação da proibição de destruição do muro de suporte e do talude das parcelas armadas em terraços, exceptuando as situações em que o beneficiário dispõe de autorização pela entidade competente;
  • alargamento do período de proibição (era de Março a Abril e passa a ser de Março a 30 de Junho), referido nas normas “Manutenção de elementos da paisagem” e “Manutenção de sebes e árvores”, estando prevista uma excepção para as áreas abrangidas pelas redes de faixas de gestão de combustível, estabelecidas no Sistema Nacional de Defesa da Floresta Contra Incêndios.
Comente este artigo

O artigo Indicadores a respeitar na Condicionalidade de 2019 foi publicado originalmente em Revista Frutas Legumes e Flores

Anterior Sabe o que são os citrinos ancestrais?
Próximo Seminário sobre o insecto percevejo asiático

Artigos relacionados

Nacional

António Ventura defende transporte de carga aérea entre os Açores, a Madeira e o Continente

[Fonte: Açoriano Oriental]

No âmbito da visita da Comissão de Agricultura e Mar (CAM), da Assembleia da República, à Madeira, António Ventura, deputado do PSD/Açores defendeu “a existência de um transporte aéreo entre os Açores, a Madeira e o Continente de forma regular”. […]

Nacional

Seca: Desafio é produzir mais com menos e em condições mais desfavoráveis

[Fonte: Jornal De Negócios]

“A agricultura, como os outros setores, também contribui para as próprias alterações climáticas. A mobilização do solo, o uso de combustíveis fósseis e a decomposição da matéria orgânica do solo contribuem para a emissão de CO2 [dióxido de carbono] que promove o efeito de estufa”, […]

Últimas

Moçambique. Presidente defende aposta na investigação contra febre aftosa

[Fonte: Observador]

O Presidente moçambicano, Filipe Nyusi, instou esta sexta-feira o Ministério da Agricultura e Segurança Alimentar (MASA) a apostar na investigação científica visando acabar com a febre aftosa que afeta a produção de gado bovino.
“Chamamos a atenção do MASA para investir na investigação, […]