Índia: Agricultores planeiam marcha de milhares de tratores para festa nacional

Índia: Agricultores planeiam marcha de milhares de tratores para festa nacional

Milhares de tratores estão às portas de Nova Deli, onde os agricultores indianos, que exigem a revogação da reforma agrícola aprovada pelo governo, preparam uma marcha pacífica na terça-feira, no desfile do Dia da República da Índia.

Dezenas de milhares de agricultores estão acampados desde novembro nas principais vias de acesso à capital e contam com o dia da festa nacional para uma divulgação mais ampla da sua luta contra as reformas para liberalizar os mercados agrícolas.

O governo opôs-se ao projeto de desfile em tratores no dia da festa nacional, considerando que constituiria uma “vergonha para a nação”.

Mas a polícia autorizou cerca de 12.000 tratores a desfilarem após a parada militar que decorrerá na grande avenida Rajpath que atravessa o centro da capital.

Os agricultores apostam nesta manifestação “pacífica” para “ganhar o coração” da população.

“Pela primeira vez, os agricultores terão o seu próprio desfile no Dia da República”, declarou Yogendra Yadav, do partido Swaraj Índia, que apoia o movimento agrícola, “as barreiras (da polícia) serão abertas e os agricultores serão autorizados a entrar em Deli para fazer o seu próprio desfile”.

Os tratores às portas de Nova Deli já têm hasteadas enormes bandeiras com as cores da Índia.

As autoridades estabeleceram um cordão de segurança à volta da capital para impedir perturbações do desfile oficial ao qual deve assistir o primeiro-ministro, Narendra Modi. Um dignitário estrangeiro é habitualmente convidado para estar ao seu lado.

Este ano devia ser o primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, que teve de adiar a visita devido à crise sanitária da covid-19.

O dia 26 de janeiro marca o aniversário da entrada em vigor da Constituição indiana de 1950, após a independência da Índia do Reino Unido.

Hoje, cerca de 10.000 agricultores concentraram-se em Bombaim (oeste), para assinalar a sua solidariedade com os dos Estados do norte.

O Supremo Tribunal indiano, a mais alta jurisdição do país, suspendeu recentemente a aplicação da reforma agrícola “até nova ordem” e anunciou a formação de uma comissão de especialistas para facilitar a mediação entre os agricultores e o governo.

O executivo propôs, entretanto, um congelamento da aplicação das novas leis durante 18 meses, mas os agricultores exigem a sua revogação.

Comente este artigo
Anterior Precipitação semanal e acumulada no ano hidrológico 2020/2021 - 25 de janeiro de 2021
Próximo Alandroal vai plantar milhares de árvores para combater as alterações climáticas

Artigos relacionados

Nacional

O que se faz para prevenir incêndios? Investigador diz que Portugal “tem uma cara diferente” na limpeza das áreas

O cientista, que tem acompanhado a problemática nacional desde os incêndios de 2017, nota que “há muito mais limpeza junto das casas e das vias junto da floresta” […]

Últimas

Presidente da CAP critica falta de interesse dos políticos pela agricultura

[Fonte: Diário de Notícias]
O presidente da Confederação dos Agricultores de Portugal (CAP) criticou hoje a falta de interesse pelo setor por parte dos deputados no parlamento nacional e europeu, […]

Nacional

Covid-19: ONU alerta que pandemia está a agravar desnutrição de milhões de crianças

Esta estimativa avançada pela organização internacional representa um aumento de sete milhões de crianças face aos números atuais.
Antes da pandemia do novo coronavírus, […]