Incêndios: Polícia Judiciária detém ex-bombeiro suspeito de atear fogo em Condeixa-a-Nova

Incêndios: Polícia Judiciária detém ex-bombeiro suspeito de atear fogo em Condeixa-a-Nova

O Núcleo de Proteção Ambiental da GNR de Coimbra colaborou na investigação que conduziu à detenção do homem, acusado de ter usado “chama direta” para iniciar um incêndio numa zona florestal de eucaliptos e mato, junto a uma central fotovoltaica e próximo de habitações.

O incêndio consumiu uma área de 1.500 m2 e teria tido “proporções mais gravosas”, caso “não tivesse havido uma rápida intervenção dos bombeiros”, relatam as autoridades.

“A atuação do suspeito colocou em perigo a integridade física e a vida de pessoas, bem como habitações, a grande mancha florestal e a central fotovoltaica”, refere a PJ de Coimbra.

O detido foi presente hoje a um primeiro interrogatório judicial, tendo sido sujeito à medida de coação de prisão preventiva.

O artigo foi publicado originalmente em SAPO 24.

Comente este artigo
Anterior Balanço Faunos: 44 patrulhas vigiam 46000 km por semana
Próximo Atenção: Inspeção obrigatória de pulverizadores

Artigos relacionados

Nacional

XVI Encontro de agricultores – 28 de Fevereiro 2018 – Pinheiro Grande

O XVI ENCONTRO DE AGRICULTORES, promovido pela AGROMAIS PLUS, terá lugar na próxima 4.ª feira, dia 28 de fevereiro, pelas 17h00, […]

Últimas

COVID-19: Medidas para promover e agilizar os canais de comercialização de produtos alimentares locais

Neste contexto, importa promover e agilizar os canais de comercialização de produtos alimentares locais, alargando as possibilidades de escoamento […]

Nacional

Fogo em Aljezur com três frentes ativas e a progredir com “grande intensidade”

Fogo já obrigou ao corte do trânsito nas Estradas Nacionais 268, entre Bordeira (Aljezur) e Vila do Bispo, e na 125, na zona de Burgau, no concelho […]