Incêndios. Detido suspeito de fogo florestal em Vila Pouca de Aguiar

A PJ informou, em comunicado, que o detido tem 36 anos e está “fortemente indiciado” pela prática de um crime de incêndio numa área florestal em Vila Pouca de Aguiar.

O fogo, de acordo com a polícia, ocorreu no dia 3 de maio e “consumiu área de mancha florestal constituída, maioritariamente, por carvalho e mato”.

Segundo a Unidade Local de Investigação Criminal de Vila Real, o foco de incêndio colocou em perigo várias habitações que apenas não foram consumidas devido à rápida intervenção dos bombeiros”.

O detido vai ser presente a interrogatório judicial para aplicação de eventuais medidas de coação.

O artigo foi publicado originalmente em Expresso.

Comente este artigo
Anterior Porto acolhe encontro internacional sobre leguminosas - 9 de julho - Porto
Próximo SPEA pede à AR que proíba o fabrico, posse e venda de armadilhas para aves

Artigos relacionados

Nacional

Estão abertas as candidaturas ao Prémio Porco d’Ouro Zoetis Inovação

Inovação em Ambiente, Saúde Animal e Biossegurança das explorações são algumas das áreas passíveis de serem premiadas.
Até ao final do mês de abril estão abertas as candidaturas ao Prémio Porco d’Ouro Zoetis Inovação. […]

Últimas

AICEP realiza workshop em Coimbra sobre e-commerce internacional

A Aicep – Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal vai levar a cabo em Coimbra (na Aicep – […]

Últimas

Empresas associadas da CELPA já investiram mais de 72 milhões de euros na área ambiental

Num mundo onde as preocupações ambientais são cada vez maiores, a Indústria de Pasta, Papel e Cartão tem vindo a contribuir para […]