Incêndio combatido por mais de 300 operacionais na Sertã obriga ao corte da EN2

Mais de 300 operacionais, apoiados por 85 viaturas e oito meios aéreos, combatiam às 17h50 um incêndio florestal na Sertã, que obrigou ao corte da Estrada Nacional (EN) 2, disse à Lusa fonte da Proteção Civil.

Segundo a fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Castelo Branco, o incêndio, que deflagrou pelas 14h50, na localidade de Marmeleiro, concelho da Sertã, “está ativo e lavra com intensidade devido ao vento que se faz sentir no local”. A EN2 está cortada nos dois sentidos entre Vila de Rei e Sertã.

A fonte do CDOS de Castelo Branco disse que não há casas atingidas pelas chamas e sublinhou que, pelas 18h00, não é ainda possível confirmar se há ou não feridos. No terreno, estavam àquela hora a combater as chamas 310 operacionais, apoiados por 85 viaturas e oito meios aéreos.

Continue a ler este artigo no Expresso.

Comente este artigo
Anterior O mercado do vinhos nos EUA: dados e perspetivas - 24 de outubro - Lisboa
Próximo Proibição de circular na Serra de Sintra prolongada até final de sábado

Artigos relacionados

Nacional

País está mais urbano, mais florestal e menos agrícola

[Fonte: Público]
Estudo da Direcção-Geral do Território foi à procura das “dinâmicas territoriais” entre 1995 e 2010. Mais de um milhão de hectares do território nacional mudou de ocupação. […]

Notícias mercados

Café dos Açores é uma “cultura com grande interesse comercial”

A área de produção de café nos Açores registou nos últimos quatro anos um crescimento de 40%. Um dos segredos mais bem guardados da região, e o […]

Nacional

Matança dos pintos vai continuar na Alemanha, decidiu tribunal

A indústria pecuária alemã vai poder continuar a matar os pintos do sexo masculino à nascença – enquanto a tecnologia não evolui. […]