II Colóquio Sobre o Uso Sustentável dos Pesticidas

II Colóquio Sobre o Uso Sustentável dos Pesticidas

A 1 de Abril, realiza-se na Escola Superior Agrária de Santarém (ESAS) o II Colóquio Sobre o Uso Sustentável dos Pesticidas. Este evento é uma organização conjunta da Associação Portuguesa de Horticultura (APH), do Centro Operativo e Tecnológico Hortofrutícola Nacional (Cothn) e da ESAS.

A organização recorda que «decorreram seis anos após a publicação da Lei n.º 26/2013 de 11 de Abril, que transpôs para a ordem jurídica interna a Directiva n.º 2009/128/CE de 21 de Outubro sobre o uso sustentável dos pesticidas, enquadrando a protecção integrada como estratégia a privilegiar com vista à redução da dependência dos pesticidas na agricultura» e que, no fim de 2013, teve lugar o I Colóquio, alusivo ao tema “Que futuro para o uso sustentável dos pesticidas?”. Desta forma, «é novamente oportuno recuperar o debate sobre o tema num formato participativo, com o objectivo de reunir opiniões, identificar pontos positivos e sobretudo as fragilidades decorrentes do processo».

Segundo a organização, o colóquio «será um momento de balanço relativo à protecção integrada, ao Plano de Acção Nacional, às áreas de acção no domínio da redução dos riscos associados aos pesticidas, nomeadamente questões relacionadas com aplicação técnica na protecção das culturas, com a protecção da saúde e com a preservação dos recursos naturais». No evento deverão participar universidades, institutos politécnicos, serviços do Ministério da Agricultura, representantes de entidades privadas e deputados da Comissão Parlamentar de Agricultura e Mar da Assembleia da República e da Comissão de Agricultura e Desenvolvimento Rural do Parlamento Europeu.

O programa do II Colóquio Sobre o Uso Sustentável dos Pesticidas, ainda provisório, contempla os seguintes quatro painéis: “Protecção de plantas: que inovação para reduzir a dependência dos pesticidas?”, “Riscos para a saúde e segurança dos alimentos: disruptores endócrinos”, “Riscos para o ambiente: contaminação dos solos, água e mortalidade das abelhas” e “O mercado de pesticidas na Europa: novas soluções da homologação à aplicação”. Mais informações podem ser obtidas no site do colóquio.

Notícias relacionadas

O artigo foi publicado originalmente em Revista Frutas Legumes e Flores.

Comente este artigo
Anterior Anpromis: (Urgente - Inquérito) Prejuízos Javalis - Campanha agrícola 2018
Próximo Bruxelas aumenta até 25 mil euros ajudas a agricultores sem notificação prévia

Artigos relacionados

Últimas

Produtores de gado de Bragança com ajuda municipal para sanidade animal


Os produtores de gado do concelho de Bragança têm este ano os custos com o controlo da sanidade animal reduzidos por um apoio financeiro da Câmara Municipal ao rastreio de doenças como tuberculose e brucelose. […]

Nacional

Porcos portugueses chegam à China e animam negócio

Oportunidade criada com exportação para “o maior importador de carne do mundo” vai fazer crescer produção, que hoje satisfaz 65% do consumo nacional. […]

Últimas

Apresentação de Resultados do Projeto MOVBIO – Evento Final – 12 de dezembro – Guimarães

O projeto MOVBIO tem, como objetivo, fomentar a valorização da biomassa residual que atualmente não tem […]