Há um Concurso para jovens talentos agro-rurais

Há um Concurso para jovens talentos agro-rurais

Escolas Profissionais Agrícolas de Portugal recebem Ciclo de Workshops informativos e um Concurso Nacional que vai premiar as melhores ideias de negócio

Num plano de desenvolvimento dinâmico, direcionado para a promoção de conhecimento e empreendedorismo, durante os meses de maio e junho a AJAP vai implementar duas atividades por Escola Profissional Agrícola e de Desenvolvimento Rural do país.

Na primeira dessas atividades, cada Escola Profissional Agrícola e de Desenvolvimento Rural vai receber um Workshop/ Ação de Informação e Divulgação, ministrado por profissionais do setor, com abordagem às temáticas: Ser Jovem Agricultor (JA), Ser Jovem Empresário Rural (JER), Desafios da Agricultura e no Território, Noções de Empreendedorismo, Oportunidades e Financiamentos.

Na segunda atividade, em paralelo a AJAP lança o I Concurso Nacional de Jovens Talentos Agro-rurais, com o intuito de despertar o espírito empreendedor agrícola e de inovação, desafiando os formandos finalistas destas escolas a construir uma ideia original de negócio que se enquadre nas áreas: do Desenvolvimento Rural; da Produção, Transformação e Comercialização dos Produtos; Proteção do Meio Ambiente, Atividade Florestal e Prestação de Serviços Agrorurais; Turismo rural, Agroturismo e Enoturismo; Novas tecnologias e inovação.

O I Concurso Nacional de Jovens Talentos Agro-rurais é dedicado a todos os finalistas destas Escolas Profissionais Agrícolas, e vai selecionar e premiar seis projetos de caráter inovador, sendo atribuídos seis prémios que se destaquem pelas melhores pontuações obtidas. O período de candidaturas tem início dia 2 de maio e encerra no dia 3 de junho.

Esta é mais uma ação conjunta entre a AJAP e a Caixa Central do Crédito Agrícola, associada às Caixas de Crédito Agrícolas Regionais, e desta vez com o fundamental apoio e coorganização da APEPA – Associação Portuguesa de Escolas Profissionais Agrícolas e tem como objetivo central desafiar e acautelar os jovens para o empreendedorismo agrícola e rural, expondo as potencialidades, as oportunidades bem como algumas sugestões para minimizar os riscos e adversidades.

Esta dupla iniciativa de caráter nacional conta ainda com o apoio da Universidade Lusófona do Porto e do Instituto Piaget.

Comente este artigo

O artigo foi publicado originalmente em Voz do Campo.

Anterior Operação 3.1.1 - Jovens Agricultores (8.º Anúncio) - Prorrogação do prazo de submissão
Próximo Preço é o principal entrave ao consumo de produtos locais

Artigos relacionados

Nacional

Da megacidade para a montanha: estes jovens chineses procuram “plenitude”

Yang Zhaoyu demitiu-se do seu emprego numa cidade grande chinesa e nove meses mudou-se para uma comunidade pequena que defende um estilo de vida sustentável e um consumo mais consciente. […]

Últimas

Combate à vespa asiática em Miranda do Corvo

A Câmara Municipal de Miranda do Corvo viu aprovada a candidatura de apoio financeiro para destruição dos ninhos de vespa velutina, […]

Últimas

BAD defende aposta na agricultura como alternativa aos recursos naturais em Moçambique

O representante do Banco Africano de Desenvolvimento (BAD) em Moçambique, Pietro Toigo, defendeu esta sexta-feira em Maputo que a aposta na agricultura é […]