Grupo Os Mosqueteiros sensibiliza 2.000 escolas para a poupança de água

Grupo Os Mosqueteiros sensibiliza 2.000 escolas para a poupança de água

Na data em que se comemora o Dia Mundial da Água, o Grupo Os Mosqueteiros anuncia concurso nas escolas portuguesas de norte a sul do país em parceria com a Texto. “Vamos poupar água com o Pafi ” é o nome do desafio que tem como objetivo sensibilizar os mais novos para a poupança de água. As duas entidades lançam o repto a alunos de 2.000 escolas de todo o país para desenvolverem conselhos e dicas uteis para a poupança de água, ilustrados com a mascote do Grupo – Pafi. Os trabalhos poderão ser entregues até dia 27 de maio.

O desafio “Vamos poupar água com o Pafi ”, é hoje lançado às turmas de 1º ciclo do ensino público e privado de 2.000 escolas de todo o país. O objetivo é que através do trabalho em equipa aliado a atividades da área de Expressões, os alunos reflitam sobre o tema e desenvolvam dicas e conselhos para a poupança de água. As escolas com trabalhos vencedores irão ser premiadas com tablets e vales de compra Intermarché para material escolar. O primeiro prémio irá ainda receber uma experiência inesquecível partilhada por todos os alunos da turma e uma festa com a mascote do Grupo Os Mosqueteiros – Pafi.

O projecto “Vamos poupar água com o Pafi”, dirigido a escolas do 1º ciclo de norte a sul do país, surgiu da necessidade de alertar os mais novos para uma atitude cívica responsável sensibilizando-os para a preservação dos recursos hídricos”, diz João Magalhães, administrador do Grupo Os Mosqueteiros

Recorde-se que o Grupo Os Mosqueteiros, do qual fazem parte as insígnias Intermarché, Bricomarché e Roady, tem desenvolvido um sólido trabalho na sensibilização dos mais novos para diversos temas cívicos. O primeiro destes desafios às escolas aconteceu em 2018 e teve como objetivo sensibilizar e alertar os mais novos para a necessidade de proteção e preservação da floresta.

Estes concursos escolares foram desenvolvidos com o intuito de aprofundar a vertente educativa do projecto de apoio aos Bombeiros, que nos últimos três anos se traduziu na edição de três livros que alertam para a importância do papel dos Bombeiros na sociedade e para a preservação da floresta. As receitas da venda dos três livros já permitiu adquirir 3.000 equipamentos de proteção individual, material fundamental para a segurança dos bombeiros portugueses.

Comente este artigo

O artigo foi publicado originalmente em Gazeta Rural.

Anterior Crianças de Boticas assinalaram o Dia Mundial da Árvore
Próximo Castro Daire comemorou o Dia Mundial da Floresta com caminhada e plantação de árvores

Artigos relacionados

Sugeridas

Pacote leite será reanalisado pela CE e possívelmente prolongado – Video -declarações de funcionária da CE

Video de Brigitte Misonne, la mise en œuvre du “paquet lait” dans l’UE.

Nacional

Angola não está a progredir na agricultura

A comissária para a Economia Rural e Agricultura da União Africana, a angolana Josefa Sacko, afirmou que Angola é dos países do continente que não está […]

Nacional

Municípios reclamam alterações na Proteção Civil para melhor articulação

A ANMP, reunida em congresso nacional, apresentou um relatório sobre o modelo de desenvolvimento para o país, onde defende que “se impõe” […]