Greve pode afetar estabelecimentos de abate

Greve pode afetar estabelecimentos de abate

A DGAV alertou os estabelecimentos de abate para a greve, convocada a partir de 14 de Outubro e com duração até ao final do ano, ao aumento do horário diário de trabalho e ao trabalho suplementar em dias de descanso semanal ou feriados.

A Federação Nacional dos Sindicatos dos Trabalhadores em Funções Públicas entregou um pré-aviso de greve que pode afetar o funcionamento dos estabelecimentos de abate entre 14 de Outubro e 31 de Dezembro.

De acordo com a nota da Direção Geral de Alimentação e Veterinária a greve anunciada diz respeito ao “trabalho a prestar para além da duração diária de trabalho e ao trabalho suplementar a prestar nos dias de descanso semanal, obrigatório ou complementar e em dias feriados”.

A máxima divulgação desta nota da DGAV pretende ajudar a diminuir os eventuais impactos que esta greve possa ter sobre o funcionamento dos estabelecimentos de abate.

Fonte: DGAV

Comente este artigo
Anterior Câmara de Cascais quer recuperar atividade agrícola do parque natural
Próximo Governo dos Açores implementa avaliação genómica de bovinos de aptidão leiteira para melhorar eficiência das explorações

Artigos relacionados

Dossiers

Outubro 2020 – Mês frio e chuvoso

O mês de outubro de 2020 classificou-se como frio e chuvoso em Portugal continental (Figura 1). […]

Nacional

O Ministro do Ambiente e da Ação Climática e o Secretário de Estado da Conservação da Natureza, das Florestas e do Ordenamento do Território, visitam hoje a Mata Nacional de Leiria

O Ministro do Ambiente e da Ação Climática, João Pedro Matos Fernandes, e o Secretário de Estado da Conservação da Natureza, das Florestas e do Ordenamento do Território, João Catarino, visitam hoje a Mata Nacional de Leiria (MNL). […]

Últimas

Frutalmente triplica produção de romãs

Organização de produtores do Ribatejo aposta na cultura da Romã com a marca Adoora […]