Governo recua na taxa sobre madeireiros e celuloses

Governo recua na taxa sobre madeireiros e celuloses

Autorização legislativa dada no OE19 nunca foi usada e proposta do OE20 não a repete. Ministério do Ambiente diz que taxa de “conservação dos recursos florestais” vai ser analisada noutros moldes.

A vontade do Governo em cobrar a empresas de celulose ou madeireiros uma taxa para a conservação dos recursos florestais desapareceu do Orçamento do Estado. Esta medida foi aprovada no Orçamento de 2019 como autorização legislativa. Um ano passou e esta autorização não chegou a dar origem a legislação. Uma vez que as autorizações legislativas caducam no fim do ano civil, era expectável que fosse renovada no Orçamento seguinte mas o documento para 2020 apresentado há duas semanas é omisso quanto a essa taxa.

Comente este artigo

O artigo foi publicado originalmente em Público.

Anterior Floresta: “Vamos propor uma lei que permita intervir, independentemente de quem for o proprietário”
Próximo Empresa russa procura fornecedores de madeira para paletes, caixas e embalagens

Artigos relacionados

Dossiers

Oferta de emprego – Engenheiro Florestal – Coruche

[Fonte: APFC] A APFC – Associação de Produtores Florestais de Coruche (www.apfc.pt) é uma associação com mais de 25 anos de experiência no sector florestal. […]

Vídeos

Inicio Expansão do regadio de Alqueva

Inicio Expansão do regadio de Alqueva, Bloco de Rega de Évora e Bloco de Rega de Cuba-Odivelas.

Comente este artigo
#wpdevar_comment_3 span,#wpdevar_comment_3 iframe{width:100% !important;} […]

Nacional

Deputados aprovam voto de saudação ao mundo rural do CDS mas lembram o mal que lhe fez no Governo

PAN votou contra; Bloco, Livre e o socialista Pedro Delgado Alves abstiveram-se.

“Se o campo não planta, a cidade não janta.” A centrista Cecília Meireles usou a frase que leu num cartaz da manifestação que se realizou no Terreiro do Paço há uma semana – […]