Governo quer mais 170 militares no combate aos incêndios e cibersegurança

Governo quer mais 170 militares no combate aos incêndios e cibersegurança

O Governo vai aprovar em breve o aumento dos efetivos nas Forças Armadas

O ministro da Defesa, Joao Gomes Cravinho explicou aos deputados que o combate aos incêndios e a ciberdefesa motivam o aumento de 170 militares já este ano.

“Posso desde já dizer que estamos a fazer uma proposta para aprovação em Conselho de Ministros de um aumento de 170 militares para fazer face às novas responsabilidades em matéria de comando e gestão dos meios aéreos de combate aos incêndios rurais e também de novas responsabilidades em matéria de ciberdefesa”, afirmou João Cravinho, na primeira audição regimental sobre a política de Defesa, no parlamento.

Para o ministro, “estas duas áreas de trabalho justificam a nossa proposta de um aumento de 170 militares para o efetivo de 2019.”

A proposta do ministro da Defesa vai em breve a Conselho de Ministros.

Os incêndios florestais consumiram 43.532 hectares em 2018, o que ainda assim representou uma redução de 69% relativamente à média dos dez anos anteriores.

O artigo foi publicado originalmente em Rádio Renascença.

Comente este artigo
Anterior (Conclusões e Apresentações) 1º Congresso Ibérico do Milho 2019 | XII Congresso Nacional do Milho 2019
Próximo Vitacress reforça aposta nas Super Sopas

Artigos relacionados

Últimas

Regime de apoio associado – Prémios Animais

No âmbito do regime de apoio associado, encontra-se disponível no portal do IFAP, até ao dia 21 de dezembro de 2016, […]

Comunicados

Syngenta apresenta tecnologia de ponta no InovMilho

A Syngenta participou no ensaio InovMilho, organizado pela ANPROMIS, na Estação Experimental António Teixeira, em Coruche, com as variedades SY Helium e SY Antex e os herbicidas Lumax e Elumis. […]

Últimas

Títulos de utilização dos recursos hídricos

Processos de emissão em curso associados a projetos PDR 2020 aprovados […]