Governo quer mais 170 militares no combate aos incêndios e cibersegurança

Governo quer mais 170 militares no combate aos incêndios e cibersegurança

O Governo vai aprovar em breve o aumento dos efetivos nas Forças Armadas

O ministro da Defesa, Joao Gomes Cravinho explicou aos deputados que o combate aos incêndios e a ciberdefesa motivam o aumento de 170 militares já este ano.

“Posso desde já dizer que estamos a fazer uma proposta para aprovação em Conselho de Ministros de um aumento de 170 militares para fazer face às novas responsabilidades em matéria de comando e gestão dos meios aéreos de combate aos incêndios rurais e também de novas responsabilidades em matéria de ciberdefesa”, afirmou João Cravinho, na primeira audição regimental sobre a política de Defesa, no parlamento.

Para o ministro, “estas duas áreas de trabalho justificam a nossa proposta de um aumento de 170 militares para o efetivo de 2019.”

A proposta do ministro da Defesa vai em breve a Conselho de Ministros.

Os incêndios florestais consumiram 43.532 hectares em 2018, o que ainda assim representou uma redução de 69% relativamente à média dos dez anos anteriores.

O artigo foi publicado originalmente em Rádio Renascença.

Comente este artigo
Anterior (Conclusões e Apresentações) 1º Congresso Ibérico do Milho 2019 | XII Congresso Nacional do Milho 2019
Próximo Vitacress reforça aposta nas Super Sopas

Artigos relacionados

Últimas

Agricultor preso debaixo de trator em Sintra fica ferido com gravidade

Um homem, de 50 anos, ficou esta sexta-feira preso debaixo de um trator enquanto realizava trabalhos numa propriedade agrícola, na localidade de Assafora, concelho de Sintra. […]

Últimas

Da vaca à prateleira: assim se faz o leite Pingo Doce

Carmen de Bizet não é o que estamos à espera quando entramos numa vacaria na zona da Herdade do Monte Trigo, […]

Últimas

Macron e a China

O presidente da França, Macron, visitou oficialmente a China. Retribuiu, assim, a visita do presidente chinês, Xi Jinping, a Paris, em março passado. […]