Governo marca ​Conselho de Ministros dedicado ao Ambiente

Governo marca ​Conselho de Ministros dedicado ao Ambiente

O secretário de Estado da Energia, João Galamba, anunciou esta quinta-feira que o Conselho de Ministros de dia 06 de junho será dedicado ao Ambiente e nele o Governo aprovará uma revisão para as centrais de biomassa.

Em declarações aos jornalistas à margem de uma conferência promovida pela Associação de Energias Renováveis (APREN) para comemorar o Dia do Sol, o governante explicou que a intenção do executivo é privilegiar novos projetos que aproveitem melhor a energia térmica (em detrimento das centrais dedicadas à produção de eletricidade).

“O que muda é que neste momento existe um decreto-lei que fala em biomassa mas deixa em aberto que tipo de centrais estamos a falar. Estamos a concretizar e dizer que a prioridade do apoio público será para centrais eficientes do ponto de vista energético. Não é uma central dedicada de biomassa para produção de eletricidade, pois essas têm eficiências em torno dos 20-25% e a cogeração ou trigeração têm superiores a 80%”, disse.

Os critérios para conseguir os apoios devem assim ser os seguintes: situarem-se em zonas com risco elevado de incêndio, ter uma cadeia logística de aprovisionamento de biomassa que contribua para a preservação florestal e a limpeza de florestas e que dimensionem a central “de acordo com consumos de energia térmica comprovada”.

O artigo foi publicado originalmente em Rádio Renascença.

Comente este artigo
Anterior FENAREG propõe estratégia de longo prazo para o regadio em Portugal
Próximo Vinha e vinho no centro da Feira Nacional de Agricultura 2019

Artigos relacionados

Nacional

Agricultores advertem para possível atraso nas sementeiras

Semear novas culturas, regar as plantas e alimentar os animais. O secretário-geral da CAP frisa que o setor “não pode parar”, embora já haja […]

Notícias PAC pós 2020

Novo estudo sobre a PAC e as alterações climáticas

[Fonte: Rede Rural Nacional] A Comissão Europeia publicou no dia 27 um estudo externo sobre a avaliação da PAC em matéria de alterações climáticas e emissões de gases com efeito de estufa.O estudo mostra que, […]

Últimas

Pedrógão Grande: Dois anos depois ainda está longe o caminho para uma nova floresta

Dois anos depois do grande incêndio de Pedrógão Grande foi dada “uma atenção redobrada” à prevenção, mas ainda está longe o caminho para a gestão de uma nova floresta, […]