Governo marca ​Conselho de Ministros dedicado ao Ambiente

Governo marca ​Conselho de Ministros dedicado ao Ambiente

O secretário de Estado da Energia, João Galamba, anunciou esta quinta-feira que o Conselho de Ministros de dia 06 de junho será dedicado ao Ambiente e nele o Governo aprovará uma revisão para as centrais de biomassa.

Em declarações aos jornalistas à margem de uma conferência promovida pela Associação de Energias Renováveis (APREN) para comemorar o Dia do Sol, o governante explicou que a intenção do executivo é privilegiar novos projetos que aproveitem melhor a energia térmica (em detrimento das centrais dedicadas à produção de eletricidade).

“O que muda é que neste momento existe um decreto-lei que fala em biomassa mas deixa em aberto que tipo de centrais estamos a falar. Estamos a concretizar e dizer que a prioridade do apoio público será para centrais eficientes do ponto de vista energético. Não é uma central dedicada de biomassa para produção de eletricidade, pois essas têm eficiências em torno dos 20-25% e a cogeração ou trigeração têm superiores a 80%”, disse.

Os critérios para conseguir os apoios devem assim ser os seguintes: situarem-se em zonas com risco elevado de incêndio, ter uma cadeia logística de aprovisionamento de biomassa que contribua para a preservação florestal e a limpeza de florestas e que dimensionem a central “de acordo com consumos de energia térmica comprovada”.

O artigo foi publicado originalmente em Rádio Renascença.

Comente este artigo
Anterior FENAREG propõe estratégia de longo prazo para o regadio em Portugal
Próximo Vinha e vinho no centro da Feira Nacional de Agricultura 2019

Artigos relacionados

Últimas

Barragem para travar seca no Algarve custa 100 milhões

Câmaras propõem a construção da barragem da Foupana e de central de dessalinização. […]

Últimas

Montemor-o-Novo recebe encontro sobre gestão agrícola e florestal em áreas classificadas

A A Terras Dentro — Associação para o Desenvolvimento Integrado, o ICNF — Instituto de Conservação da Natureza e das Florestas, […]

Sugeridas

“Um barril de pólvora”. Distribuição dos fundos comunitários deixa técnicos florestais pessimistas

[Fonte: Rádio Renascença]
Estado português deixa várias dezenas de projectos de valorização da floresta sem fundos comunitários.

Os técnicos florestais estão pessimistas após a divulgação dos resultados da distribuição de fundos comunitários para o sector, […]